Juazeiro: Obras para reforma e ampliação do Fórum Conselheiro Luiz Viana estão previstas para iniciar em Abril

A diretoria da Subseção da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) de Juazeiro e seu Conselheiro seccional estiveram reunidos com a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Desembargadora Maria do Socorro, para tratarem da reforma e ampliação do Fórum Conselheiro Luiz Viana de Juazeiro. Na ocasião, que aconteceu nesta sexta-feira (24), também estavam presentes os desembargadores Dr. Roberto Frankim e Dr. Sérgio Cafezeiro, que são da Comissão de fiscalização de obras do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA).

A obra para a reforma do Fórum está prevista para começar entre os meses de abril e maio desse ano. Com a ampliação, o Fórum ganhará um pavimento para o hall e estacionamento e mais dois pavimentos para as unidades jurisdicionais, além de estrutura melhorada para Pessoas com Necessidades Especiais (PNE).

De acordo com o presidente da OAB- Subseção de Juazeiro, Aderbal Viana, com a reforma do Fórum, todos os ramos do poder judiciário estarão em um mesmo local. “Passou da hora de Juazeiro ter um Fórum ampliado porque estávamos com o poder judiciário estadual todo fragmentado, em vários locais da cidade. No Fórum não tem espaço suficiente para contemplar todas as varas, daí a reforma vai trazer todos os ramos do poder judiciário para um único local”, explica.

Viana também conta que o prédio do Fórum já está desgastado. “O prédio está obsoleto. Tem insuficiência de estacionamento, falta de acessibilidade, não têm banheiros adequados, também não tem espaço adequado para arquivo. Todo mundo estava sendo prejudicado com isso”.

A obra está orçada em aproximadamente R$ 6,9 milhões. Segundo Viana, as obras no Fórum estão previstas para serem concluídas até o fim do ano. “A gente espera que daqui para o final do ano essa obra esteja concluída”, afirma.

 

Da redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.