Policial acusado assassinato em Irecê tem prisão decretada; procedimento administrativo está em andamento

 

O agente da Polícia Civil Alexsandro Lima Santos, acusado de um homicídio e uma tentativa de homicídio em Irecê, teve prisão preventiva decretada pela Justiça a pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA). O policial, que já se apresentou às autoridades, é suspeito de assassinar Josevan Barbosa e tentar matar um homem de prenome Jeferson.

De acordo com as investigações, os fatos ocorreram no último dia 4, durante uma suposta tentativa de abordagem policial, na Praça do Feijão, centro da cidade de Irecê (veja vídeo do homicídio). O policial Alexsandro Santos teria disparado cinco tiros, dois deles atingindo Josevan Barbosa, que acabou morrendo.

O requerimento da prisão foi realizado pelo promotor de Justiça Áviner Rocha, em atuação conjunta com a Corregedoria da Polícia Civil. O mandado de prisão foi decretado pela juíza Marina Lemos de Oliveira.

A magistrada também determinou, a pedido do MP-BA, o afastamento das atividades de policiamento ostensivo e suspensão do porte de arma de um Policial Militar, outro alvo da investigação. O PM, que não teve o nome revelado, foi ainda proibido de manter contato com testemunhas ou com a vítima sobrevivente, devendo manter delas uma distância mínima de 300 metros.

A Polícia Militar foi procurada pela reportagem para comentar o envolvimento do policial, mas não respondeu até o fechamento desta matéria. Já a Polícia Civil confirmou que Alexsandro Lima Santos se encontra preso na Corregedoria, em Salvador, e informou: “existe um procedimento administrativo em andamento para apurar as circunstâncias do fato, com prazo de conclusão de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias, ou pelo número de vezes que a autoridade policial considerar necessários e a Justiça entender e acatar”. O promotor Áviner Rocha confirmou ao BNews que o policial civil está preso e que agora cabe à polícia prosseguir com as investigações.

 

Fonte Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.