Após reclamação de morador, prefeitura diz que vai substituir árvores “Nim” por espécies nativas, em Juazeiro-BA

Em nota enviada para a redação do portal Preto No Branco, a Prefeitura de Juazeiro respondeu a reclamação do fotógrafo Caio Alves, sobre o plantio de árvores “Nim”, na praça do Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU), do bairro Tabuleiro. “O que esperar de uma prefeitura que realiza arborização da cidade com “Nim”, uma árvore tida como invasora e que prejudica o crescimento das outras?”, questionou o fotógrafo.

Ele também lembrou que a espécie, originária da sul da Ásia, possui propriedades repelentes e tem alto poder de toxicidade. “Em algumas cidades do nordeste já é considerado crime ambiental plantar este tipo de árvore. Por isso, gostaria de saber por qual motivo a prefeitura decidiu plantar o “Nim”, e não uma espécie da Caatinga”, acrescentou. Clique aqui e veja a denúncia completa

De acordo com a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte (Seculte), as árvores “Nim” serão substituídas por árvores nativas.

NOTA SECULTE

A Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte (Seculte) esclarece que a Prefeitura Municipal de Juazeiro não trabalha com a planta Nim. O plantio na Praça do CEU foi feito pela empresa que executou a obra. A Seculte, responsável pela Praça do Ceu, já entrou em contato com a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano e logo será feita a modificação das plantas naquele local, quando serão utilizadas árvores nativas.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.