Lamentável: Fanfarra do Colégio Paulo VI está fora do Desfile de 7 de Setembro, em Juazeiro

A Fanfarra de Inclusão Musical do Paulo VI, com 26 anos de existência, um patrimônio cultural de Juazeiro e presença marcante no Desfile de 7 de Setembro, anunciou em sua página de Facebook, que não irá participar das comemorações da Pátria este ano. A Fanfarra não fará sua tradicional passagem pela avenida, porque não conseguiu o apoio financeiro solicitado à prefeitura.

Uma nota publicada na página, diz que “Após várias tentativas de diálogos para que pudéssemos repassar à Prefeitura de Juazeiro o orçamento de novos instrumentos (uma vez que a Fanfarra foi Campeã Baiana por dois anos consecutivos e se faz necessário a ascensão de nível e é preciso instrumentos especiais), reforma de figurino e contratação de Instrutor em Música, não houve entendimento.”

A nota também relata que nos governos anteriores, a Fanfarra recebia o apoio necessário e compara.

“Passamos pelo governo de Missal Aguilar e tivemos todo apoio, passamos pelo governo de Joseph e também tivemos o apoio dele passamos pelas duas gestões de Isaac Carvalho, com o senhor Clériston Andrade como Secretario de Educação e tivemos todo apoio, tanto para campeonatos como para desfiles na cidade de Juazeiro e  em vários outros municípios do interior do estado. Agora, depois de mais de 20 anos abrilhantado o Desfile Cívico de Juazeiro, esse ano não iremos participar,”informou. 

O PNB conversou com Fábio Farias, que faz parte da agremiação há 24 anos, coordenador da linha de frente, que esclareceu alguns pontos do impasse.

” Desde 2017 que a gente passou um orçamento para a compra do material e não recebemos a atenção devida da gestão. Em janeiro de 2018, tentamos novamente um diálogo com a secretária, mas ela não nos recebeu. Só dizia que não tinha condições de arcar com o orçamento, nem das viagens pra gente participar do campeonato representando o nome da cidade, nem do material que precisávamos para reestruturar a Fanfarra,” contou o coordenador.

Ele também disse que, fazendo questão de participar do desfile, a coordenação apresentou uma proposta à Secretaria de Educação, mas não foi atendida.

“Propusemos não participar do campeonato, para baratear os custos, e também usar o figurino antigo. A prefeitura iria assumir a compra dos instrumentos, que são quatro tubas, no valor de 8.000 mil reais, cada. No total daria 32 mil reais, mas a resposta foi que a secretaria não tinha condições.

Ele conta ainda que, a Fanfarra estava “desativada por falta de apoio financeiro” e disse que, com a proximidade do 7 de Setembro, uma pessoa da secretaria procurou a coordenação para que a Fanfarra fizesse “apenas uma apresentação “qualquer,” mas eles não aceitaram.

“Nós fizemos o que pudemos. Apresentamos o orçamento com muita antecedência, tentamos baratear e precisávamos de uma resposta até março, quando começam os ensaios. Não íamos nos apresentar de ‘todo jeito’, em respeito a nossa história e ao povo de Juazeiro,”finalizou.

Na nota, a coordenação pede o apoio da gestão municipal e da população juazeirense para que em 2019 possa voltar as  atividades.

“Pedimos o apoio da gestão municipal e da população juazeirense para que em 2019 possamos voltar as nossas atividades e assim continuar orgulhando e levando ao lugar de destaque o nome da nossa amada Juazeiro para a Bahia. Lamentável, mas esperamos que eles entendam que a Fanfarra Paulo VI é um patrimônio do município de Juazeiro, e sempre representou muito bem o nosso município por toda a Bahia, disputando campeonatos por mais de 80 cidades, saindo campeã da grande maioria delas. Esperamos, Secretaria de Educação, que em 2019 isso não aconteça novamente,” lamentou.

Veja a nota na íntegra:

“A Fanfarra de Inclusão Musical Paulo VI, vem por meio desta nota esclarecer alguns fatos e justificar o não comparecimento ao próximo desfile cívico em comemoração a Independência do Brasil na cidade de Juazeiro, Bahia.
Após várias tentativas de diálogos para que pudéssemos repassar à Prefeitura de Juazeiro o orçamento de novos instrumentos (uma vez que a Fanfarra foi Campeã Baiana por dois anos consecutivos e se faz necessário a ascensão de nível e é preciso instrumentos especiais), reforma de figurino e contratação de Instrutor em Música; as tentativas foram falhas.
A Fanfarra Paulo VI foi oficialmente fundada em 2002 e desde então sempre se fez presente e abrilhantou a tantos desfiles comemorativos, eventos de inaugurações, campeonatos estatuais; orgulhando e honrando a população juazeirense, levando alegria e irreverência por onde passou.
Nossa Fanfarra sempre foi comprometida com o nosso público e preocupada em levar o melhor da arte musical e corporal, usando artifícios e mecanismos para excelentes apresentações. Pensando assim; não podemos preparar um espetáculo em menos de um mês, tampouco participar de um campeonato e competir de forma justa com outras corporações. A Fanfarra de Inclusão musical Paulo VI encontra-se desativada por falta de apoio financeiro.
Lastimável que nos queiram apenas para fazer uma apresentação “qualquer” como nos foi proposto numa procura tardia e as vésperas do “7 de Setembro’ É lamentável que a cultura esteja tão desvalorizada em nosso município.
Pedimos o apoio da gestão municipal e da população juazeirense para que em 2019 possamos voltar as nossas atividades e assim continuar orgulhando e levando ao lugar de destaque o nome da nossa amada Juazeiro para a Bahia.

Juazeiro, 27 de agosto de 2018

Da Redação

 

 

1 comentário

  • Marcello silva disse:

    Infelimente é isso , uma gestão aonde dizia ser competente onde dizia que a cultura e educação seria mais prévilegiados, mas uma pena que isso não acontece , é lamentável a onde uma fanfarra que levou história de campeã baiana passar por um absurdo desses , é como se diz o ditado o prefeito e direção só sabem falar bonito mais a competência de arcar com a cultura ninguém quer saber de nada , infelismente é triste e que todos os juazeirenses irão sentir falta da fanfarra Paulo vi na avenida no 7 de setembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.