Após moradora denunciar falta de médicos em UBS do Argemiro, SESAU recomenda atendimento por enfermeiros ou técnicos de enfermagem

Após a denúncia de Ângela Matias, moradora do bairro Argemiro, em Juazeiro, norte da Bahia, em relação a falta de médicos na Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade, a Secretaria de Saúde (SESAU) da cidade se manifestou. De acordo com a denúncia, os moradores estão enfrentando esse problema há cerca de três semanas.

Segundo Ângela, uma profissional da especialidade de Clínica Geral era a única que estava fazendo o atendimento na unidade de saúde. “Ela estava fazendo o que não podia, atendendo a todos. Mas ela entrou de férias. Ela falou que não dava para atender a todos, e que, no mínimo, (precisaria de) três médicos para atender todos esses bairros. Nossas comunidades estão sofrendo muito sem médicos”, desabafou a moradora.

A UBS, além do Argemiro, atende também cerca de 6 comunidades circunvizinhas: São Vicente, Codevasf, Pirangas I e II, Nova Esperança e o Residencial Mairi (leia a matéria na íntegra).

Resposta

Em nota, a SESAU de Juazeiro confirmou que a médica da UBS do bairro Argemiro está de férias no momento, e disse ainda que a “Atenção Básica trabalha com demanda agendada e, à medida que surgirem as urgências, os pacientes são avaliados e dados os devidos encaminhamento”.

A SESAU orientou que os pacientes procurem outro profissional de saúde na unidade (enfermeiros e técnicos de enfermagem), para que os mesmos possam ser avaliados e encaminhados para outros serviços, caso seja necessário.

A secretaria não se manifestou sobre a contratação de novos profissionais.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.