Chico Buarque ironiza Bolsonaro após presidente se recusar a assinar prêmio concedido ao cantor

 

O cantor Chico Buarque ironizou o comentário feito pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que disse que era “segredo” se iria assinar, ou não, o diploma do Prêmio Camões, principal troféu literário da língua portuguesa, concedido ao cantor.

“A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo Prêmio Camões”, disse Chico, através das redes sociais, nesta quarta-feira (9).

Questionado por jornalistas, na última terça-feira (8), se assinaria o prêmio, Bolsonaro respondeu que assinaria até 31 de dezembro de 2026, pensando, possivelmente, em uma reeleição, já que o mandato dele termina em 2022.

 

Fonte Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.