Servidor da Receita do ES é denunciado pelo MPF após acessar dados sigilosos de Bolsonaro

 

 

Por um “objetivo de satisfazer mera curiosidade”, um servidor da Receita Federal do Espírito Santo de nome Odilon Alves Filho foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público Federal, por acessar de modo “imotivado” e “indevido” os dados sigilosos e restritos pertencentes ao presidente da República Jair Bolsonaro (PSL).

 

Segundo o Consultor Jurídico, conforme informações passadas pelo MPF, o fato teria acontecido em outubro de 2018, quando Bolsonaro ainda era candidato ao cargo executivo. O profissional, que atua na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, entrou no sistema e teve acesso de modo ilícito aos dados fiscais do político como os rendimentos e ganhos de capital.

 

O acusado poderá ser condenado entre dois a seis meses de prisão, além do pagamento de multa. O crime, que é previsto no Código Penal detalha que é ilegal utilizar-se de seu cargo para revelar ou facilitar a revelação de fatos conforme uso indevido de acessos restritos.

 

 

Fonte Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.