Carlos Bolsonaro recebeu em gabinete ex-assessores investigados por “rachadinha”

 

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) recebeu em seu gabinete quatro ex-assessores investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pela prática de “rachadinha” ligados ao parlamentar.

Imagens obtidas via Lei de Acesso à Informação pelo jornal O Globo, nesta quarta-feira (12), revelaram os encontros, que ocorreram todos no mesmo dia, em 30 de outubro do ano passado.

No mesmo período, os ex-assessores prestaram depoimentos no âmbito da investigação sobre as suspeitas de “rachadinha” ligadas ao gabinete de Carlos, que estava na Câmara no dia das visitas. Um ex-auxiliar do hoje senador e ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), também investigado, esteve no gabinete de Carlos no mesmo dia. Segundo a reportagem, nenhum deles frequentava mais a Câmara regularmente.

Flávio, Carlos e os ex-assessores são alvos do MP-RJ por suspeitas de uso de funcionários fantasmas para devolução de salários, prática conhecida como “rachadinha”. As visitas desses ex-auxiliares do vereador, filho do presidente Jair Bolsonaro, são incomuns. Dois deles, que são irmãos, constaram como assessores de Carlos entre 2001 e 2008, e a Câmara não tem registro de visita dos dois ao gabinete desde 2015.

BNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.