Vereador Júnior do Esporte rebate defesa do Prefeito Carlinhos de Curaça sobre denuncia do MPF

Júnior do Esporte

O vereador do município de Curaçá, Deroaldo Franco – Júnior do Esporte- rebateu informação da Prefeitura Municipal de Curaçá, veiculada na imprensa regional, referente a denúncia feita pelo Ministério Público Federal nesta segunda-feira (16), onde o prefeito Carlos Luiz Brandão Leite foi acusado por crime de peculato devido à apropriação ilegal de recursos da Caixa Econômica Federal (CEF) referentes às parcelas de empréstimos consignados concedidos aos servidores do município.

O prefeito Carlinhos afirmou que desde que assumiu o cargo em 2013 identificou valores retidos na folha dos servidores referentes à empréstimos consignados que não foram repassados a Caixa Econômica Federal. Segundo o prefeito, por este motivo foi preciso quitar os débitos passados e reprogramar os repasses futuros, dando-se assim o motivo de não repassar em dia os valores para a Caixa.

No entanto, esclarece o Vereador, os débitos apontados pela Caixa Econômica referem-se aos anos de 2014 e 2015, sendo, portando, período de governo do prefeito Carlinhos Brandão e não da gestão anterior.

Documento

O prefeito disse que “em raras situações foi necessário optar entre o repasse à Caixa Econômica Federal e o pagamento da folha pessoal”. Porém, Junior do Esporte diz que “nessas “raríssimas vezes” a prefeitura deixou de efetuar o repasse a Caixa Econômica que totalizou 11 meses de débito, num montante de R$ 2.500.000.00 de dívidas.

“As informações do prefeito são enganosas e retratam a falta de responsabilidade e de transparência da sua Gestão para com o povo de Curaçá”, conclui o Vereador.

Vereador Júnior do Esporte

Ascom/ Vereador Júnior do Esporte

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*