Resistente e forte, o movimento ” Somos todos Beatriz” não descansa nos pedidos por justiça

Um comentário

  1. Edilma Miranda de Lima

    Este sem dúvidas foi o caso mais triste que já vi em toda minha vida

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*