Roberto Freire, ministro da Cultura, pede demissão do cargo

O ministro da Cultura, Roberto Freire, renunciou ao cargo logo após o anúncio do presidente Michel Temer, de que não irá renunciar o cargo. A situação do governo Michel Temer é “crítica”. Esta é a conclusão do ministro da Cultura, Roberto Freire (PPS), horas antes do pronunciamento de Temer.
Freire disse ainda que o PPS pode entregar os cargos que possui no governo. O PSB e o PSDB podem seguir esse mesmo caminho.
A renúncia de Michel Temer (PMDB) dada como certa no início da tarde desta quinta-feira (18), acabou não saindo neste momento. O presidente optou, após extensivas reuniões, por não deixar a rampa pela porta dos fundos. Na última sexta-feira (12), o peemedebista completou um ano à frente da presidência.
No pronunciamento oficial, Temer repetiu o que havia dito na nota oficial de quarta-feira (17) que nunca autorizou ou solicitou dinheiro. “Quero deixar muito claro que o meu governo viveu nesta semana seu melhor e seu pior momento. A revelação de conversa, gravada clandestinamente, trouxe de volta o fantasma de crise política de proporção ainda não dimensionada”.
Fonte: Bocão News

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*