Secretaria da Educação do Estado da Bahia se manifesta sobre festa realizada no Colégio Rui Barbosa em Juazeiro

O Portal Preto No Branco publicou nesta sexta-feira (11), uma matéria de autoria da jornalista Yonara Santos analisando um vídeo que circulou nas redes sociais, registrando uma festa que aconteceu no Colégio Estadual Rui Barbosa, em Juazeiro, na última terça-feira (8), para um público formado por alunos(as) adolescentes e animada por uma banda de pagode da cidade.

Na matéria de opinião, a jornalista, em consonância com a linha editorial do portal, posicionou-se de forma crítica ao vídeo que evidencia meninas, provavelmente alunas do Colégio, dançando uma música que além de incentivar o consumo de bebidas alcoólicas, proibidas para adolescentes, ainda desvaloriza a mulher, convidada pela música a “girar o bumbum depois de alcoolizada”… “O bumbum gira depois da tequila. Oh liga o som do carro aê, que hoje eu vou mandar descer. Eu já estou vendo várias novinhas descendo (sic)”.

A jornalista questionou a exposição das adolescentes, a exploração da mulher como objeto de consumo, a erotização precoce e ainda sugeriu a direção que acompanhasse os eventos e conteúdos reproduzidos dentro da instituição.

Lembrou também a reportagem de Yonara Santos, que no município de Juazeiro há um projeto de lei que proíbe o poder público municipal de contratar bandas que desvalorizem mulheres nas suas músicas, lei já em vigor no estado da Bahia. De autoria da Deputada Luiza Maia( PT), o projeto de lei 19.237/11, conhecido como a “Lei Antibaixaria”, proíbe que eventos públicos, financiados pelo governo, contratem artistas que “desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres à situação de constrangimento” em suas músicas.

Nossa reportagem entrou em contato com a direção do Colégio Estadual Rui Barbosa solicitando esclarecimentos sobre o evento realizado no ambiente escolar.

Mesmo com o registro do vídeo gravado durante a festa, a direção do colégio afirmou, em nota assinada pela Assessoria de Comunicação da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, que ” Não procedem as informações sobre o evento realizado na unidade escolar”.

E esclareceu que “foi realizada uma gincana, com a apresentação do resultado dos projetos estruturantes de arte cultura e esporte que estimulam o protagonismo juvenil dos alunos, culminando com uma celebração em homenagem ao Dia do Estudante. Assim que a banda, formada por ex-alunos da escola, tocou a primeira música que não estava de acordo com o projeto, a direção da escola suspendeu a atividade e encaminhou os estudantes para as suas residências”.

A nota informou ainda que realizará uma reunião com os líderes de classe e representantes do Colegiado Escolar para orientar sobre a realização de atividades culturais futuras.

Veja nota na íntegra

Ao site Preto no Branco:

A direção do Colégio Estadual Rui Barbosa informa que:

– Não procedem as informações sobre o evento realizado na unidade escolar.

– Esclarece que foi realizada uma gincana, com a apresentação do resultado dos projetos estruturantes de arte cultura e esporte que estimulam o protagonismo juvenil dos alunos, culminando com uma celebração em homenagem Dia do Estudante. Assim que a banda, formada por ex-alunos da escola, tocou a primeira música que não estava de acordo com o projeto, a direção da escola suspendeu a atividade e encaminhou os estudantes para as suas residências.

– Informa, ainda, que realizará uma reunião com os líderes de classe e representantes do Colegiado Escolar para orientar sobre a realização de atividades culturais futuras.

Assessoria de Comunicação/ Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Da Redação por Sibelle Fonseca

4 Comentários

  1. Depois de denegrir com a imagem do Colégio é que vocês vão em busca da verdade, que tipo de jornalistas vocês são? Que antes de averiguar o que realmente aconteceu lança uma matéria sem saber o que acorreu na instituição de ensino. Que tipo de jornalistas vocês são???

  2. Tem outro vídeo que mostra o diretor Rogerio em cima do palco na hora que a adolescente esta dançando.
    vergonhoso tudo isso!

  3. No dia 4 de Agosto de 2017, no último dia da gincana escolar realizada no Colégio Estadual Rui Barbosa, os alunos de 6° ano de ensino fundamental, ao 3° ano do ensino médio, arrecadaram mais de 1.000.000 quilos de alimentos e produtos de limpeza e higiene. Fora os quase 100 doadores de sangue levados ao Hemoba de Juazeiro Bahia. Por causa de uma música, uma dança, vocês irão julgar um local onde educa atualmente mais de mil alunos?
    E na hora que o professor Rogério Rodrigues subiu ao palco, foi exatamente para pedir que aquele tipo de música não fosse tocada no local.
    Se tinha uma banda no local e por acaso tocou uma canção irregular a direção do colégio comunicou aos vocalistas que assim pararam, e tocaram apenas pagode e sertanejo, que não possui letra que desvalorize a honra da mulher.
    Agora sobre toda a ajuda destinada aos locais que realmente precisavam ninguém postou nada, falar sobre a música é fácil, quero vê fazer o que os alunos Cerb fizeram.

    • Isso mesmo Thay Morays, faço minhas suas palavras a respeito do evento belíssimo, deixo como sugestão para os profissionais que fazem esta página de notícias para irem fazer a cobertura de entrega dos alimentos e produtos de limpeza e façam uma visita ao HEMOBA e vejam o quanto é importante a grandeza desta parceria com o Colégio Rui Barbosa,depois façam as críticas cabíveis.O Professor Rogério está de parabéns juntamente com todos que fazem parte daquela instituição de ensino.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*