Nota de repúdio – Servidores do Estado que residem em Juazeiro estão sendo prejudicados pelo Planserv

 

Neste ano, o Planserv criou uma “cota” de atendimento aos servidores do plano de saúde. Exames, consultas, cirurgias a partir de agora só podem ser realizados mediante a “cota” estabelecida pelo Governo do Estado aos hospitais e clínicas. Em Juazeiro-Bahia, o plano de saúde sempre deixou a desejar, mais felizmente ou infelizmente mesmo com tanta deficiência ainda tínhamos os serviços aqui na região. Ressaltando ainda que o único hospital que temos em Juazeiro é a ProMatre para sermos atendidos com urgência e emergência; e pouquíssimas clinicas e laboratórios.

Pagamos as mensalidades em dias, que já é descontado diretamente no contra cheque e simplesmente o que vem ocorrendo aqui é que quando chegam à metade do mês, as instituições alegam que não tem mais vagas, dizem que a cota mensal já foi ultrapassada.

E para completar, uma amiga ao chegar ao único hospital que era atendido pelo referido plano, passando mal na urgência, não foi atendida, não deram nenhuma explicação à servidora aposentada, porque não podia ser atendida naquele momento. Passando alguns dias foi que descobriu que até a emergência e urgência tem “cota”. Isso é um absurdo!

Pagamos tão caro para obter o plano de saúde, muitos há mais de 15 anos que possuem o mesmo e agora simplesmente o Governo do Estado da Bahia vem prejudicar a saúde dos servidores, familiares e dependentes. Não podemos nos calar! Já perdemos o Supermercado “Cesta do Povo”. Agora é o Planserv que está no mesmo caminho de entrar em processo de falência.

Sueli Gonçalves Cruz

Um comentário

  1. MARIA DE Fátima Silva Oliveira

    Estou me deslocando para Salvador, afim de conseguir uma cirurgia eletiva e estou com dificuldade com a mesma alegação, falta de cotas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*