Caso Beatriz: Pais da menina são recebidos por autoridades pernambucanas

 

Após protesto em frente ao prédio do Palácio das Princesas, em Recife-PE, os pais da menina Beatriz Angélica, Luncinha Mota e Sandro Romilton, foram recebidos pelas autoridades pernambucanas. Ele estão reunidos agora com o atual Secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua,  com o Chefe da Polícia Civil do estado, Joselito Kherle do Amaral e com a delegada responsável pelas investigações do caso, Gleide Ângelo, entre outras autoridades.

Alguns integrantes do movimento Beatriz Clama por Justiça e o advogado da família da menina, Jaime Badeka Filho, também participam da reunião.

Os pais da menina querem respostas sobre as perícias feitas no sistema de gravação de vídeo da Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina-PE, já que existem suspeitas de que um funcionário da escola teria apagado as imagens do suposto assassino da menina. Eles também pedem a prisão do referido funcionário.

Em julho do ano passado, os pais de “Bia” foram à Recife, junto com um grupo de aproximadamente 50 pessoas, onde entregaram ao governador, um abaixo-assinado com milhares de assinaturas solicitando agilidade nas investigações. Na ocasião, Paulo Câmara se comprometeu a atender todas as demandas apresentadas.

Durante uma reunião que contou com a presença dos pais da menina, do Secretário de Defesa Social Alessandro Carvalho e do então Chefe Geral da Polícia Civil do Estado de Pernambuco, de Antônio Barros, a cúpula do governador prometeu buscar uma parceria com a Perícia Técnica do Estado da Bahia, além de contactar um Programa Internacional de Gerenciamento de vídeos.

Apesar das promessas, quase dois anos após o crime, ninguém foi preso e as investigações parecem não terem avançado.

Da Redação Por Yonara Santos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*