Moradores de Juazeiro reclamam do abandono das praças no Palavra de Mulher Web, de hoje (14)

“Há muito tempo as praças do bairro estão completamente abandonadas pelo poder público. Faltam iluminação e estrutura. Já reclamamos dessa situação e a prefeitura chegou a retirar os brinquedos da praça principal, que estavam destruídos, mas nunca instalou outros novos. Nossos filhos não têm um lugar apropriado para o lazer e acabam tendo que brincar no meio da rua, correndo riscos. A prefeitura não pode fechar os olhos para esse problema”, desabafou a moradora do bairro Expedito Nascimento, em Juazeiro-BA, Valéria Gama.

Esse não é um problema exclusivo do Expedito Nascimento, basta dar uma volta pelos bairros da cidade e é fácil flagrar o abandono desses equipamentos públicos.

O abandono e falta de manutenção nas praças de Juazeiro foram temas debatidos durante o programa Palavra de Mulher Web, de hoje (14).

Muitos internautas relataram as situações que as praças dos seus bairros se encontram.

Veja alguns comentários:

“As praças de Juazeiro são uma vergonha! A da Mônica recém reformada, está tomada pelo mato. As gramas estão morrendo e o lixo já está tomando conta!”. (Malena Alves).

“O jardim da praça Pedro Primo, no terminal de ônibus, está totalmente abandonado. O local já foi bonito. Na gestão anterior tinha um jardineiro que cuidava muito bem, mas infelizmente o demitiram e a praça etá abandonada, como tantas outras”. (Marileide Salcantara)

“No meu bairro Jardim Vitória, não tem praça e nos espaços que poderiam ser praças, é a comunidade que cuida plantando.” (Uilza Guedes)

“Moro na Praça da Bandeira, um dos cartões postais de nossa cidade e berço da poesia, de programas culturais como o chá das 5 e onde morou o papa da Bossa Nova, João Gilberto. Hoje a praça está deteriorada e onde há assaltos por falta de policiamento. Precisamos de verde, precisamos de crianças brincando por aqui e de namorados que se encantem com o canto dos pássaros”. (Suely Almeida)

É voz unânime de moradores do centro e de bairros mais distantes, a falta de cuidado da gestão municipal com as praças da cidade.

De acordo com a definição da palavra, “Praça” deveria ser um “Espaço público urbano livre de edificações que propiciem convivência e/ou recreação para seus usuários”, mas o cenário que vemos em Juazeiro é completamente diferente.

Em junho do ano passado a TV Preto No Branco flagrou esse abandono. Hoje, após mais de um ano, a situação não é diferente.

Veja a reportagem de Sibelle Fonseca e Ailton Nery:

 

Perguntamos: O que falta para a gestão municipal enxergar as praças da cidade e dar vida à esses espaços?

Da Redação por Yonara Santos

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*