Juazeiro sedia seminário promovido pela Secretaria de Políticas para Mulheres

(foto: divulgação)

Aconteceu nesta terça-feira (05) no auditório da FASJ em Juazeiro o seminário “Novos Olhares, Novos Tempos”, realizado pela Secretaria estadual de Políticas para as Mulheres (SPM) com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES). O evento, que fez parte da programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, possibilitou a capacitação de gestores dos municípios do Território do São Francisco para atuação com Políticas Públicas voltadas às mulheres.

‘Temos em Juazeiro uma gestão comprometida com a causa e isso torna viável a vinda de diversas atividades da secretaria para cá. Espero que todos tirem daqui o máximo de conhecimento possível com a troca de informações e experiências”, afirmou Uiara Lopes coordenadora da ação.

Além de Juazeiro, estiveram presentes no seminário os municípios de Sobradinho e Uauá. Para a secretária Cida Gama é fundamental essa participação. “A secretaria estadual tem tido esse cuidado com o Território do São Francisco, do qual Juazeiro faz parte, e isso contribui ainda mais com o fortalecimento da rede de proteção à mulher. O combate e o enfrentamento à violência também têm sido uma das preocupações do prefeito Paulo Bomfim e a equipe tem se comprometido nessa luta”, ressaltou a secretária.

O seminário foi conduzido pela cientista social e facilitadora, Fabiana Rocha que abordou a violência a partir das relações de gênero. “Trazemos informações para provocar a discussão e o debate acerca da violência contra a mulher e a cada município visitado surgem novas questões, por isso a importância da participação de todos os atores do território”, disse.

A programação da Campanha dos 16 Dias de Ativismo, segue amanhã (06), no auditório do CIAM, a partir das 14h, com a apresentação da Rede de Atendimento e Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Juazeiro. A Rede que se reúne bimestralmente tem o objetivo de colher informações concretas sobre a situação atual da violência contra a mulher no município e demandar ideias para enfrentamento do problema.

Por Fabiana Diniz/SEDES

Um comentário

  1. Partidarismo, comunismo, e o DERESPEITO CPNTRA A FAMÍLIA, Juazeiro não apóia não queridas e queridos…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*