Acontece daqui a pouco o “Percurso da Justiça”, que marca os 2 anos do assassinato da menina Beatriz Mota

Já está acontecendo a concentração para o ato “Percurso da Justiça”, que marcará os 2 anos do assassinato brutal da menina Beatriz, que aos sete anos foi morta a facadas durante uma festa de formatura no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina-PE. O crime bárbaro, que chocou a comunidade sanfranciscana, aconteceu na noite do dia 10 de dezembro de 2015.

A caminhada está prevista para sair às 7h30 e seguirá para a cidade vizinha.

Dois anos após a tragédia, a família e a sociedade continuam sem respostas e os órgãos de segurança do estado de Pernambuco não conseguem chegar ao autor (es) da barbaridade.

“Nós não vamos cansar de lutar por justiça. Este crime não foi perfeito e os órgãos de segurança de Pernambuco não terão sossego enquanto não nos apresentarem os autores desta estupidez que tirou a vida de minha filha de forma brutal e covarde”, garantiu Lucinha Mota, mãe da criança.

A Caminhada pedindo paz sairá da frente no Banco do Brasil, em Juazeiro, em direção a Petrolina, cidade palco do bárbaro crime.

“Venham todos os que têm sede de justiça e paz. Vamos ocupar as ruas pedindo mais amor, solidariedade, empatia e paz para todos que vivem neste grande vale. Vamos pedir respostas as polícias para esta barbaridade que fizeram com nossa filha, uma criança inocente e cheia de vida, que não teve o direito de crescer”, desabafou Sandro, pai de Beatriz.

Neste domingo (10) o caso volta a ser tema de uma reportagem do programa Fantástico da Rede Globo de Televisão.

As imagens do suposto assassino de Beatriz, divulgadas pela Polícia Civil de Pernambuco, foram melhoradas com a tecnologia da Globo Filmes, no Projac/RIO, segundo os pais da criança.

A reportagem do jornalista Francisco José, que esteve em Petrolina nos últimos dias 26 e 27/11, vai relembrar o caso e reforçar a divulgação da imagem do homem flagrado em atitudes suspeitas e que pode ser o assassino de Beatriz Mota.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.