Forças de Segurança e Prefeitura se reúnem para discutir ações durante Carnaval de Juazeiro

Aconteceu na manhã desta sexta-feira, 05, no Grande Hotel de Juazeiro, reunião das forças de segurança com Coordenação e órgãos ligados à organização do Carnaval de Juazeiro 2018. O objetivo do encontro foi alinhar ações a serem desenvolvidas durante a Festa de Momo. Participaram: as Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, além do Corpo de Bombeiros, CREAS, Guarda Civil e Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano.

Para a Coordenadora Regional da 17ª COORPIN, a Delegada Lígia Nunes de Sá, a reunião serviu para organizar as atividades. “Isso é muito importante para que a festa flua dentro da normalidade, sem atropelos, para que consigamos realizar nosso trabalho e proporcionar segurança à comunidade, atuando de forma mais confortável, sabendo o que cada órgão vai fazer na festa”, disse.

O Comandante do Comando de Policiamento da Região Norte (CPRN), Coronel Anselmo Bispo afirmou que essa foi apenas uma reunião prévia, e que a comunidade pode esperar uma segurança e uma organização melhor nesse carnaval. “Juazeiro tem uma peculiaridade muito boa que é o fácil diálogo entre os órgãos envolvidos no evento. Entendemos que o Carnaval é o grande evento da região e precisa ser tratado como tal. Foi uma reunião muito positiva e todos os órgãos estão ajustados para ter o melhor carnaval de Juazeiro”, afirma.

Representando o Major Tarcísio, Comandante do 9ºGBM, o Capitão Leonilton Moreira assegurou que o Corpo de Bombeiros “vai ter um efetivo e vai alinhar o entendimento com a Prefeitura Municipal, com o CREAS e com toda a parte de segurança. A idéia é entender o perfil de cada instituição e assim realizar um trabalho melhor”.

Para o Coordenador do Carnaval, Samuel Morais, a reunião foi um grande sucesso. “Nós vínhamos dialogando, principalmente com a Polícia Militar, mas essa foi a oportunidade em que tivemos de fazer os ajustes finais e cuidar para que esse permaneça sendo um grande evento com uma boa segurança para os foliões e mantendo os bons índices que tivemos nos últimos anos”, conclui.

Ramáiana Leal/ASCOM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*