SESAU alerta para cuidados com água parada e reprodução do Aedes Aegypti em Juazeiro

Foto: Divulgação

Com o período chuvoso, a Secretaria de Saúde de Juazeiro (SESAU) alerta para os cuidados com recipientes em domicílios que possam acumular água e servirem de berço para a proliferação de mosquitos, como o Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya, febre amarela, entre outros. A SESAU acrescenta que os cuidados devem ser diários, uma vez que depositado os ovos do mosquito, os mesmos podem resistir até um ano.

Os moradores devem observar dentro das próprias residências a existência de recipientes com água parada como: vasos de plantas, caixas d’água, piscinas ou qualquer outro meio que possa acumular água, por menor quantidade que seja, principalmente nos períodos de chuva, para assim, evitar a proliferação do mosquito.

Para a Superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta, a conscientização e os cuidados devem ser de todos. “É importante o descarte correto da água, do lixo, além da higienização dos vasilhames de plantas, de alimento dos animais e a limpeza dos quintais são fundamentais, é um cuidado individual/coletivo que reflete no bem estar em toda a cidade”, explicou.

O poder público através da SESAU realiza diariamente por meio dos Agentes de Endemias visitas domiciliares, o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) é responsável pelas limpezas nos bueiros e a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) realiza as limpezas dos canais, após a limpeza dos mesmos, a SESAU colocada cal virgem nas margens para evitar a reprodução do mosquito. A tríplice união de ações somadas aos trabalhos individuais impacta positivamente no coletivo e social.

Em casos de residências ou estabelecimentos abandonados que possam servir de criadouros para os mosquitos ou demais insetos transmissores de doenças, a SESAU solicita que a população ligue e denuncie.

Os telefones são: 74 3611-2928 ou 74 99198-3057

Débora Sousa/ SESAU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.