Técnicos da ADEAP realizam vistorias nas propriedades rurais de agricultores inscritos no Garantia Safra 2017/2018

 

Técnicos da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) de Juazeiro, iniciaram nesta semana a vistoria das áreas plantadas pelos agricultores inscritos no Programa Garantia Safra 2017/2018. O programa implantado em Juazeiro no ano de 2009, na gestão do ex-prefeito Isaac Carvalho, tem assegurado às famílias prejudicadas pela seca o reembolso conferido aos cadastrados.

A dinâmica do programa vai desde a adesão do município, a inscrição e homologação dos produtores, vistorias das áreas plantadas e recebimento do benefício. “Já vistoriamos áreas localizadas nos distritos de Itamotinga, Maniçoba, Pinhões e Abóbora, e constatamos a perda das safras em muitas propriedades devido à estiagem. Mesmo com chuvas pontuais, elas não foram suficientes para garantir uma colheita dos produtos plantados”, informou a engenheira agrônoma da ADEAP, Cristiane Lima da Silva, destacando que a agência além de realizar a vistoria das áreas, também tem o papel de “esclarecer e informar ao produtor detalhes do programa, sua situação atual e se existem pendências em relação aos requisitos exigidos”.

De acordo com João Roberto, agricultor familiar do distrito de Pinhões, sua colheita não vingou devido à seca na região. “Eu plantei milho e feijão acreditando que a chuva do início do ano, proporcionaria uma colheita farta, infelizmente logo em seguida tivemos uma forte estiagem que resultou na perda da produção. O que me anima é saber que por mais que a nossa produção não vingue, teremos o reembolso da plantação perdida que ajuda bastante no sustento da nossa família”, declarou.

O programa Garantia Safra que está sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal através da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) e do Serviço Territorial de Apoio a Agricultura Familiar (Setaf), teve um aumento considerável do número de agricultores inscritos desde a sua implantação.

“No primeiro ano do programa, o município contou com 240 agricultores inscritos, sendo que hoje na safra 2017/2018, Juazeiro já possui 3.022 inscritos – uma ação que garante o auxílio financeiro aos agricultores cadastrados num momento de crise com a perda de sua plantação. A medida é uma forma de contribuir para segurança alimentar da família do agricultor, o que dá liberdade para que ele escolha como aplicar o dinheiro”, observou o titular da ADEAP, Tiano Felix.

Programa

O Garantia Safra tem como beneficiários os agricultores que possuem renda familiar mensal de no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão. Uma vez aderidos ao programa, eles passam a receber o benefício quando o município em que moram comprova a perda de, pelo menos, 50% do conjunto dessas produções, ou de outras a serem definidas pelo órgão gestor do Fundo Garantia-Safra, em razão de estiagem ou excesso hídrico. O programa conta com a contrapartida do município, do estado e da união, além da taxa de R$ 8,50 (valor atualizado) paga pelos agricultores.

Lene Radina/ ASCOM ADEAP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*