Da base do Senador FBC, vereador quer título de cidadão Petrolinense para juiz Sergio Moro

(foto: reprodução/internet)

O Decreto Legislativo, que concederá o Título de Cidadão Petrolinense ao juiz da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Sérgio Fernando Moro, entrará em pauta na sessão plenária de hoje (15) na Câmara Municipal de Vereadores.

Após ser retirado de pauta por falta de votos suficientes, o decreto de autoria do vereador Ronaldo Silva (PSDB), gerou discussões entre alguns edis e dividiu opiniões também nas redes sociais e imprensa. O autor argumenta que o Juiz Moro deve receber o título “por relevantes serviços prestados a nação brasileira em combate a corrupção”.

Acontece que o título municipal é um reconhecimento as pessoas com relevantes serviços prestados ao município, como estabelece o artigo 13 da Lei Orgânica do Município de Petrolina.

(foto: internet)

Até onde se sabe, Moro jamais pisou em Petrolina. O vereador ainda aconselhou outros municípios a repetirem o mesmo “equívoco”.

“Eu aconselharia outras Câmaras do nosso país que fizesse essa homenagem ao magistrado, que tem feito um trabalho importante em nosso país, que é moralizar”, disse Ronaldo.

O vereador Ronaldo Silva é da base do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que no último dia 7 teve o inquérito em que é denunciado por corrupção, enviado para o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, pelo Ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

Bezerra foi denunciado por corrupção em 2016 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O senador foi acusado de ter recebido ao menos R$ 41,5 milhões em propina de empreiteiras que atuaram nas obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Os crimes teriam ocorrido entre 2010 e 2011, quando o senador era secretário estadual.

Em nota, o advogado André Luis Callegari, que representa Bezerra, disse que os fatos narrados no inquérito não guardam relação com o esquema investigado pela Lava Jato em Curitiba, e que a decisão de Fachin vai contra precedentes da Segunda Turma da Corte.

Da Redação

Um comentário

  1. O que esse juiz fez de relevante para a cidade? O que ele faz é somente o cumprimento do trabalho dele e recebe salário para isso.
    Esses vereadores tem que acabar com essa estória, é estória mesmo, de ficar dando títulos de cidadãos de qualquer jeito. Isso é não querer cumprir com suas obrigações e para fazer de conta que trabalha fica distribuindo titularidade a qualquer um que não tem relevância nenhuma para a cidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*