Juazeiro e Petrolina: Domingo de ruas sem movimento e de filas nos postos de combustível

A paralisação dos caminhoneiros chega ao sétimo dia e é grande o impacto na vida das cidades brasileiras. O protesto contra o aumento dos combustíveis, está atingindo vários serviços e mudou a rotina dos brasileiros neste domingo (27).

Em Juazeiro e Petrolina poucos veículos circularam nas ruas e o domingo foi bem parado.

Movimento mesmo somente nos poucos postos de combustível, que ainda tinham algum estoque.

Nos dois postos que ficam na Avenida Santos Dumont, em Juazeiro, filas de carros e motos, e a disputa para chegar até a bomba e ainda encontrar o produto.

Por volta das 14 horas, a fila tomava a avenida e segundo o frentista do posto próximo aos correios, que falou com nossa reportagem, os 400 litros do estoque seriam insuficientes para atender a demanda.

No Posto Japu, na avenida Adolfo Viana, a situação era a mesma. Muitos carros à procura do pouco combustível disponível.

A maioria dos postos fechou cedo e os frentistas foram liberados.

Em Petrolina a situação não foi diferente.

Segundo informações colhidas pelo PNB a previsão é de que o desabastecimento total já se verifique no início da noite de hoje.

A ordem então é deixar o carro na garagem para economizar combustível.

Desabastecimento também nas distribuidoras de gás de cozinha.

” Vendi hoje pela manhã o único botijão que tinha e não há previsão de entrega pela distribuidora que nos abastece”, informou o proprietário da JR Distribuidora, no bairro Santo Antônio.

Da Redação 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.