Angelo Coronel defende demissão do presidente da Petrobras e renúncia de Michel Temer

(foto: reprodução/internet)

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), participou na manhã desta segunda-feira (28), ao lado do governador Rui Costa (PT), do ex-governador Jaques Wagner (PT), do prefeito de Feira, Colbert Martins (MDB) e do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, da inauguração da Policlínica Regional de Feira de Santana. Mais uma vez, Coronel falou sobre a crise dos combustíveis no Brasil.

“Viajei pela BR-324 e não vi uma só carreta na pista. Ou seja, as concessões que o presidente Temer fez não surtiram efeito algum. Não há bloqueios, mas a paralisação continua. Só vamos ter uma solução para o problema com a demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, e a renúncia imediata de Temer. Carmem Lúcia, presidente do Supremo, deveria assumir o Executivo e comandar o país para as eleições de 7 de outubro”, defendeu Coronel.

Para o pessedista, a situação é de desgoverno. “Ainda não foram calculadas as perdas desse locaute, mas é de bilhões de reais. Tudo por causa de um governo incompetente, que só sabe administrar – e muito mal, ressalte-se – crises no Congresso. Quando a crise é real, nas ruas, como é essa, você vê um governo perdido, batendo cabeça, que sentou para negociar com gente que não representa nem 10% dos caminhoneiros. E isso aumenta, em muito, a gravidade do problema. Quem representa, de fato, os motoristas? Quais os grupos políticos que estão por detrás deles? A extrema-direita, os defensores de um novo golpe militar?”, questiona o chefe do Legislativo estadual.

Angelo Coronel diz que Michel Temer e o presidente da Petrobras, Pedro Parente, devem ser processados por crime de responsabilidade “pelo leite que está sendo derramado, pela carne que está apodrecendo, pelos animais que estão morrendo sem ração”. “Irresponsavelmente, com o aval de Temer, ele privilegiou o lucro de uma minoria de acionistas em detrimento da maioria da população. As imagens chocantes de filas quilométricas nos postos, supermercados vazios e racionados, caos no trânsito, transporte público parado e hospitais sem medicamentos é o retrato acabado de um país de pernas pra cima, desgovernado”, critica Angelo Coronel.

Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.