Instituições de ensino superior de Juazeiro e Petrolina mantêm atividades suspensas nesta terça-feira (29); Univasf adere

(foto: reprodução/internet)

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano), a Universidade de Pernambuco (Upe), a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e o IF-Sertão decidiram manter, integralmente ou parcialmente, a suspensão das atividades nesta terça-feira (29) em virtude da paralisação dos caminhoneiros que completa dez dias hoje. A Universidade Federal do Vale do São Francisdo (Univasf), que até então estava funcionando normalmente, optou também por suspender as atividades.

A justificativa das unidades de ensino é a instabilidade causada pelos bloqueios em diversas rodovias e a crise no desabastecimento de combustíveis, o que prejudica a oferta de serviços básicos do transporte público.

IF Baiano decidiu que funcionará parcialmente mantendo apenas as atividades consideradas essenciais para a instituição. A Reitoria recomenda ainda que os dirigentes de todos os campi adotem o mesmo procedimento administrativo, desde que percebam a possibilidade de adoção dessa forma de desenvolvimento das atividades.

Já a Facape anunciou que até o próximo domingo (03), as atividades estão suspensas, porém as atividades administrativas da Faculdade funcionarão normalmente. Segundo a instituição, o retorno das aulas se dará na próxima segunda-feira (04).

Univasf também resolveu suspender as atividades acadêmicas e administrativas até esta quarta-feira (30) em todos os campi. Embora as unidades e serviços considerados essenciais estejam funcionamento, internamente, de forma normal, nestes dias não haverá expediente ao público. Na próxima sexta-feira (1º), a Reitoria voltará a se reunir para avaliar a situação de abastecimento na área de abrangência da Univasf.

Uneb, o IF-Sertão e a Upe estão com todas as atividades suspensas.

As reitorias das instituições solicitam que a comunidade acadêmica fique atenta aos comunicados oficiais que serão publicados, ao longo do dia, nos respectivos sites dessas instituições.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.