Guia do Itamaraty recomenda homossexuais a evitarem gestos de afeto na Copa da Rússia

O Itamaraty e o Ministério do Esporte lançaram nesta quinta-feira (7) o “Guia Consular do Torcedor Brasileiro que for à Copa do Mundo”.

No documento, de 138 páginas, constam várias recomendações aos torcedores. Uma delas, se dirige à comunidade LGBT.

O guia é explícito quando recomenda que não haja demonstrações públicas de afeto na Rússia. Portanto, os casais LGBTs estão orientados a não beijar e nem andar de mãos dadas, por exemplo.

“Não são comuns na Rússia manifestações intensas de afeto em público. Em particular, recomenda-se à comunidade LGBT evitar demonstrações homoafetivas em ambientes públicos, que podem ser consideradas ‘propagandas de relações sexuais não tradicionais feita a menores’ e enquadras em lei (junho de 2016) que prevê deportação”, diz o documento.

Desde 1993, não se configura crime a relação sexual entre pessoas do mesmo sexo na Rússia.

O guia se baseia numa lei que proíbe manifestações LGBT em locais públicos onde crianças possam estar presentes, em vigor desde junho de 2013. Segundo pesquisa de 2013, do Centro Russo de Estudo de Opinião Pública, 90% dos entrevistados foram favoráveis à lei.

O Guia também recomenda que os torcedores evitem se manifestar publicamente sobre temas políticos, sociais e de orientação sexual e lembra que ingerir bebidas alcoólicas nas ruas e em espaços públicos abertos é infração administrativa punível com multa.  ​

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.