Especial: “Toda forma de amor vale a pena – Enfim, casados” (parte 4)

(foto: Preto no Branco)

Falar do Dia dos Namorados, é falar de amor. Falar de amor, é falar de pessoas. Falar de pessoas, é falar de diversidade. Em comemoração à data, o Preto no Branco traz, ao longo da tarde desta terça-feira (12), a história de quatro casais, cada qual com suas características, mas que representam “Toda forma de amor”.

Conheça mais uma história de amor.

Enfim, casados

(foto: arquivo pessoal)

O casamento homoafetivo foi legalizado no Brasil em 2013 quando o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) emitiu uma resolução que autorizava que os cartórios do País realizassem casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Marcos Vinicius e Ermenson Oliveira estão juntos há cerca de 2 anos. Com apenas um ano de namoro, decidiram casar. A decisão de casar no civil, porém, não nasceu de um sonho de casal.

“Partiu da vontade de querer estar junto e dividir uma vida com compromisso, respeito e seriedade”. Afinal, para o casal, o casamento vai mais além de morar na mesma casa e dividir o mesmo teto. “É pensar em uma vida longa e intensa. É pensar em algo que não pode ser desfeito hoje ou amanhã”.

Planos? O casal tem muitos. Aproveitar e viver todo o tempo que tiverem juntos, partilhar o que tem e o que não tem, o provável e o improvável. Porém, o que importa mesmo é  “Sermos felizes”!

(foto: arquivo pessoal)

O PNB compartilha da mesma ideia de Lulu Santos, que desde 1989 canta assim: “Consideramos justa toda forma de amor”!

Feliz Dia dos Namorados!!!

Confira

Especial: “Toda forma de amor vale a pena – Uma relação aberta e verdadeira” (parte 1)
Especial: “Toda forma de amor vale a pena – Namoradas e felizes” (parte 2)
Especial: “Toda forma de amor vale a pena – Eternamente enamorados” (parte 3)

Da Redação por Thiago Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.