Especial: “Toda forma de amor vale a pena – Eternamente enamorados” (parte 3)

(foto: Preto no Branco)

Falar do Dia dos Namorados, é falar de amor. Falar de amor, é falar de pessoas. Falar de pessoas, é falar de diversidade. Em comemoração à data, o Preto no Branco traz, ao longo da tarde desta terça-feira (12), a história de quatro casais, cada qual com suas características, mas que representam “Toda forma de amor”.

Conheça mais uma história de amor.

Eternamente enamorados

(foto: arquivo pessoal)

Tem pessoas que acreditam que existe receita para um amor duradouro. Tem outras que acham impossível viver por muitos anos ao lado da mesma pessoa. Para Gilson Dantas e Telma Dantas nada disso é verdade, o casal garante que a relação continua firme, forte e intensa.

“Quem falar que existe fórmula, está equivocado. Não existe. Cabe a cada casal, cabe a cada um dos indivíduos fazer acontecer. No nosso relacionamento adquirimos nossa liberdade, após o casamento. Não saíamos para lugar nenhum antes. Estamos mais fortalecidos e com a mesma cumplicidade de 38 anos atrás”, frisa Telma.

Para o casal, o respeito e o amor devem andar juntos. Somado a isso, é preciso ter espírito de renovação. “As festas e viagens que realizamos juntos, nos ajudam a fortalecer nosso amor. São experiências que adquirimos juntos. Histórias para contar, rir um do outro… é renovação”, garante Telma

(foto: arquivo pessoal)

O casal não se preocupa muito com o amanhã. A felicidade, provém, segundo eles, do viver o presente, sem pensar em planos futuros. Gilson reconhece que todo relacionamento sofre contratempos, “mas quando as duas pessoas fazem acontecer, tudo dá certo”.

Numa época em que há uma grande ascendência de aplicativos de namoro, e onde os envolvimentos sem compromisso (“ficar”) são cada vez mais comuns, Telma acredita que os relacionamentos atuais não são iguais aos de antigamente. “Ainda que seja corpo a corpo, hoje é muito diferente. Parece tudo muito inseguro”, disse.

Sobre o amor, Gilson é enfático ao dizer que “é inexplicável. Cada um ama da sua forma. É uma receita que ninguém passa de um para o outro. Uns amam com gestos, presentes, carinho ou palavras”.

O casal se conheceu no dia 8 de março de 1980 e casou em 25 de julho de 1981. Juntos há 38 anos, ininterruptamente.

Da Redação por Thiago Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.