“Mande seu vídeo”, pede Movimento “Pelo Fim da Queima Indevida de Cana pela Agrovale”

O movimento  popular, “Pelo Fim da Queima Indevida de Cana pela Agrovale”, criado em 2017, após sucessivas reclamações de moradores de Juazeiro-BA e Petrolina-PE, incomodados pela fumaça e fuligem que se espalham pelas duas cidades, continua realizando ações com o objetivo de chamar atenção das autoridades competentes, órgãos ambientais e Ministério Público, afim de que os mesmos adotem providências em relação ao problema.

Na manhã desta quinta-feira (12), o grupo, que é formado por representações e entidades da sociedade civil organizada e conta com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos Humanos de Juazeiro, lançou uma campanha para que a população da região grave vídeos mostrando as consequências da queima da cana em suas residências e também nos espaços públicos.

Alguns moradores, que se sentem prejudicados com a queima de cana, já aderiram a ação e estão enviando seus vídeos mostrando um dos efeitos da ação da empresa Agrovale, a fuligem, que logo cedo da manhã, cai por toda parte das duas cidades.

O portal Preto No Branco, que vêm sendo um espaço para a divulgação de diversas reclamações sobre o problema, dará sequência a divulgação dos vídeos encaminhados pelo movimento “Pelo Fim da Queima Indevida de Cana pela Agrovale”.

O movimento popular avisa que quem quiser aderir a campanha, é só enviar o seu vídeo para chegadepoluicao@outlook.com ou WhatsApp 87988148681.

Veja os primeiros vídeos:

Petição Pública

Em novembro do ano passado, o movimento lançou uma petição pública na internet, com o objetivo de mobilizar as comunidades e arrecadar assinaturas para um documento que será enviado ao Ministério Público Federal. O documento ainda está disponível através do site http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR76570.

Da Redação Por Yonara Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.