Remanso: copos descartáveis são substituídos por copos de vidros em unidade de saúde e leitor alerta para risco de doenças

O má funcionamento do sistema público de saúde do Brasil é um problema antigo mas que perdura até os dias atuais. O desabastecimento de insumos e medicamentos básicos, a falta de médicos, as dificuldades para marcação de exames e consultas, a demora para o atendimento além da infraestrutura desgastada de algumas unidades de saúde são as principais reclamações de quem é usuário do serviço, como já foi mostrado em publicações do portal Preto no Branco. Em Remanso, cidade do norte da Bahia, pacientes de uma unidade de saúde estão reivindicando a falta de copos descartáveis.

Para suprir essa necessidade, a Secretaria de Saúde da cidade disponibilizou copos de vidro na Unidade Básica de Saúde Dr. Marcelino Ribeiro. O problema é que esse copos são compartilhados com todos os pacientes que desejam consumir água na unidade, o que pode ocasionar doenças e infecções na boca de quem faz uso desses objetos compartilhados.

(foto: divulgação/Whatsapp)

O leitor Alessandro Nunes, que também é presidente municipal do Partido Verde (PV), usou as redes sociais para denunciar o problema. “Será que o Secretário de Saúde não sabe que os riscos são grandes de se contrair doenças infecciosas tais como herpes e hepatite “A”? Será que ele não visita as unidades básicas de saúde? Isso porque esse postinho fica vizinho (parede com parede) da Secretaria de Saúde, então dá para se afirmar que ele não está nem aí com o povo remansense”, afirmou Alessandro.

O presidente do partido também acusou o atual secretário de saúde, Pedro Paulo, de usar a máquina pública para se autopromover e criticou a administração do prefeito José Clementino de Carvalho. “Sr. Prefeito, reveja os seus auxiliares porque além de os funcionários estarem com salários atrasados por meses, não estão dando o mínimo de condição de saúde básica para o nosso povo”, finalizou.

O PNB está em contato com a Secretaria de Saúde de Remanso para prestar esclarecimentos sobre a denúncia.

Da Redação

1 comentário

  • Maria disse:

    Um bom momento para a educação ambiental: Os copos descartáveis também é prejudicial à saúde pública, uma vez que vão para os depósitos de lixo. Que tal cada um levar seu copo na bolsa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.