Brasileiras não jogam bem e perdem para Austrália no Torneio das Nações

Na noite desta quinta-feira, a Seleção Brasileira de futebol feminino estreou com derrota diante da Austrália no Torneio das Nações, que acontece nos Estados Unidos. As brasileiras não jogaram bem no primeiro tempo e no começo do segundo e, apesar de terem melhorado nos minutos finais, saíram de campo com derrota por 3 a 1.

Na próxima partida da competição, o Brasil enfrenta o Japão às 17h15 (de Brasília) deste domingo. Já a Austrália enfrenta os Estados Unidos. Na última rodada, na próxima quinta-feira, o Brasil encerra a competição diante das donas da casa às 21h30, enquanto Japão e Austrália se enfrentam às 18h45.

(foto: Jamie Squire/Getty Images/AFP)

O jogo
A Seleção Brasileira jogou praticamente todo o jogo em desvantagem, já que as australianas abriram o placar ainda no oitavo minuto. Após cobrança de escanteio da Austrália, a lateral Poliana acabou jogando contra o patrimônio e abriu o placar para as adversárias.

Atrás no placar, as brasileiras tentaram se lançar mais ao ataque e apostavam, principalmente, nos lançamentos longos. No entanto, quem balançou a rede novamente foi a Austrália, que dobrou a vantagem aos 37 minutos com Butt, fechando o placar do primeiro tempo.

Na segunda etapa, a postura das equipes continuou a mesma, com a Austrália dominando a posse de bola e o Brasil tendo dificuldades para sair jogando, abusando dos lançamentos. O domínio australiano se refletiu no terceiro gol da equipe, aos cinco minutos, com Kerr.

Depois do terceiro gol, a Austrália recuou e a Seleção Brasileira aproveitou para pressionar como ainda não havia feito na partida. As entradas de Camila e Adriana ao longo da etapa complementar melhoraram a equipe de Vadão, mas ainda assim a melhora não se refletiu em gols.

Depois de algumas tentativas, o Brasil conseguiu tirar o segundo zero do placar aos 33 minutos, quando Marta fez grande jogada individual pela ponta esquerda e cruzou para Debinha, que, na pequena área, empurrou para o fundo da rede e diminuiu a desvantagem.

As brasileiras continuaram pressionando após o primeiro gol e tentaram uma improvável virada na reta final da partida. O segundo gol quase aconteceu aos 39 minutos, na última chance de gol do Brasil, quando Marta fez nova grande jogada, desta vez pela ponta direita, e cruzou para Bia, que finalizou e viu a goleira Williams fazer grande defesa.

Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.