Quatro candidatos à Presidência da República já registraram a candidatura no TSE

Até esta quarta-feira (8), quatro candidatos ao cargo de Presidente da República registram a candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os demais têm até às 19h do dia 15 de agosto para registrar a candidatura no TSE. Após esse prazo, os registros podem ser alvo de impugnação por parte do Ministério Público Eleitoral, de outros candidatos, partidos e coligações, caso seja identificada alguma irregularidade. Caberá a um ministro do TSE analisar os argumentos e decidir se o candidato poderá disputar as eleições.

(foto: reprodução/internet)

PSOL

Guilherme Boulos, que forma a chapa do PSOL com a vice Sônia Guajajara, foi o primeiro a registrar a candidatura na última segunda-feira (6). Coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Boulos disputará a Presidência pela primeira vez.

Na lista de bens declarados à Justiça Eleitoral, Boulos informou que possui patrimônio avaliado em R$ 15,4 mil, valor cadastrado como veículo automotor terrestre, caminhão, automóvel, moto. Já Sônia Guajajara declarou R$ 11 mil depositados em uma poupança.

A coligação “Vamos sem Medo de Mudar o Brasil” será formada pelo PSOL e o PCB.

(foto: reprodução/internet)

PSTU

Ainda no mesmo dia, Vera Lúcia, do PSTU, fez o registro da candidatura no TSE. Ela, que forma chapa com Hertz Dias, também do mesmo partido, é apresentada pelo partido como operária sapateira e ativista do movimento sindical.

Em relação a sua declaração de bens, Vera Lúcia disse ter apenas um terreno avaliado em R$ 20 mil, já Hertz Dias informou ter uma casa no valor de R$ 100 mil.

Para as eleições 2018 o PSTU defende o slogan “O Brasil precisa de uma revolução socialista“. O partido não formou coligações para a corrida presidencial.

(foto: reprodução/internet)

PSDB

Ontem (8), mais um candidato à Presidência da República fez o registro da candidatura. Geraldo Alckmin (PSDB), que tem na chapa a senadora Ana Amélia (PP-RS) como vice, o tucano participará pela segunda vez da corrida ao Planalto.

À Justiça Eleitoral, o ex-governador de São Paulo disse ter um patrimônio de R$ 1.379.131,70. Ana Amélia declarou ter seus bens avaliados em R$5.125.983,92.

A chapa PSDB-PP conta com o apoio de mais sete partidos na coligação, todos do chamado “centrão”: DEM, PR, PRB, PSD, PTB, PPS e Solidariedade. A aliança foi registrada como “Coligação para unir o Brasil“.

(foto: reprodução/internet)

Patriota

Ainda nesta quarta-feira (8), o candidato Cabo Daciolo, do partido Patriota, também fez o registro da sua candidatura, que terá como vice Suele Balduino, do mesmo partido. Daciolo disputará a Presidência pela primeira vez.

Daciolo não declarou nenhum bem. Já sua vice apresentou um patrimônio de R$201.855,75.

O partido também não formou coligações para a corrida presidencial.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.