Wagner Moura move processo contra o MBL por calúnia, injúria e difamação

O ator baiano Wagner Moura ajuizou uma ação na Justiça contra o Movimento Brasil Livre, por danos moras.

O grupo de direita insinuou em uma postagem nas redes sociais que o ator tenha recebido dinheiro da Lei Rouanet para defender a ex-presidente Dilma Rousseff.

“Wagner Moura, captando R$ 11,5 milhões pela Lei Rouanet, fará vídeos defendendo o governo Dilma”, afirmava o post.

A defesa de Wagner pede uma indenização de 50 mil reais pelos crimes de calúnia, injúria e difamação.

“Atingindo de forma certeira e sem qualquer piedade o nome e a imagem” do ator, afirmou a defesa do ator.

O MBL ainda não foi notificado sobre o processo.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.