CNBB recomenda que católicos votem em candidatos democráticos

A CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) pediu, através do secretário-geral da entidade e bispo auxiliar de Brasília, dom Leonardo Steiner, que os católicos votassem, nesse segundo turno da corrida presidencial, no candidato que prega a democracia com mais veracidade.
Sem citar Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT), o bispo concedeu entrevista ao UOL nesta segunda-feira (8) e defendeu candidaturas com viés democrático. “Temos duas candidaturas à Presidência, mas somos a favor é da democracia. O que pedimos é que o eleitor católico observe se os candidatos pregam mais ou menos democracia; se buscam a convivência fraterna com base da educação, no respeito e justiça social, ou não”, defendeu.
O secretário-geral da CNBB argumentou ainda que não se deve votar “com o coração cheio de ódio” e que “não existem salvadores da pátria”. Independente de quem seja eleito, o bispo afirmou que os eleitores precisam cobrar dos vencedores. “Como cristãos, somos sempre pessoas de esperança, e a pessoa de esperança vai construindo a democracia”, disse.
Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.