Gabriel Jesus desencanta e Brasil bate a Arábia Saudita em jogo morno

Em ritmo de treino e de olho no amistoso contra a Argentina na próxima terça (16), a seleção brasileira venceu a Arábia Saudita nesta sexta (12), em Riad, por 2 a 0. Se o jogo contra o fraco adversário pouco disse sobre o novo ciclo da equipe de Tite, no entanto, valeu muito para Gabriel Jesus e Lucas Moura.

O primeiro, criticado por não marcar nenhum gol durante a Copa do Mundo da Rússia, retornou ao time depois ficar de fora dos amistosos contra EUA e El Savador e foi o responsável por abrir o placar, aos 42 minutos do primeiro tempo, após boa enfiada de bola de Neymar.

Em má fase no Manchester City (ING) -marcou apenas dois gols em dez jogos que disputou na temporada-, Gabriel Jesus viu um novo concorrente surgir com a camisa do Brasil: Richarlyson, do também inglês Everton, que balançou as redes duas vezes durante na goleada por 5 a 0 sobre El Salvador.

Além do rival na disputa por uma vaga no ataque, o atacante, ex-Palmeiras, ainda tem que superar a atual preferência de Tite por Roberto Firmino. O jogador, que antes era seu reserva, agora é o centroavante titular do técnico. O gol marcado contra os sauditas, contudo, pode ajudá-lo a ter mais oportunidades.

Já para Lucas Moura, a partida foi a oportunidade de voltar a atuar pela seleção após mais de dois anos. Ele não era convocado desde a Copa América Centenário, em 2016, e só teve uma oportunidade agora devido a lesão de Everton, do Grêmio, cortado por lesão.

Revelado pelo São Paulo e atualmente no Tottenham, o atacante teve chance de entrar para jogar todo o segundo tempo. Logo aos 6 min, quase marcou após enfiada de Neymar, mas parou nas mãos do goleiro Al-Owais.

A seleção de Tite não fez uma grande partida contra a Arábia Saudita. O time teve bons momentos de trocas de passe no primeiro tempo, mas não mostrou objetividade.

Talvez a principal novidade apresentada pelo treinador durante o amistoso foi o posicionamento de Neymar. O jogador atuou mais centralizado, assim como tem sido pelo PSG, buscando a bola muitas vezes nos pés dos volantes, no centro do gramado. Foi assim que pegou a bola e achou Gabriel Jesus livre para marcar o primeiro gol brasileiro.

No segundo tempo, a equipe caiu de rendimento e chegou a levar sustos dos sauditas, mas a falta de qualidade do adversário impediu que o Brasil se complicasse.

No final do jogo, com um jogador a mais depois da expulsão do goleiro rival, a seleção chegou ao segundo gol. Aos 50 min, Neymar cobrou escanteio para o lateral esquerdo Alex Sandro marcar de cabeça.

O próximo amistoso do Brasil é contra a Argentina, na terça (16), às 15h.

ARÁBIA SAUDITA
Al-Owais; Al-Burayk (Al-Muwallad), Hawsawi, Al-Boleahi, Al-Shahrani; Al-Mogahwi (Ghaleb), Ateef, Al-Faraj, Al-Bishi (Al-Shehri), Al-Dawsari (Sulaimani); Bahbir (Malayekah). T.: Juan Antonio Pizzi

BRASIL
Ederson; Fabinho, Marquinhos, Pablo, Alex Sandro; Casemiro (Walace), Fred (Lucas Moura), Renato Augusto, Philippe Coutinho (Arthur); Gabriel Jesus (Richarlison), Neymar. T.: Tite

Estádio: King Saud University Stadium, em Riad
Juiz: Danny Makkelie (Holanda)
Cartão vermelho: Al-Owais
Gols: Gabriel Jesus, aos 42min do primeiro tempo, e Alex Sandro, aos 52min do segundo tempo
Público: 23401 presentes

Folhapress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.