“Um Paulista Nordestino”, por Roberto Malvezzi

(foto: arquivo pessoal)

Há quase 40 anos sai de São Paulo e vim morar no Nordeste, em Campo Alegre de Lourdes, extremos da Bahia com o Piauí. Vim com um grupo de amigos e todos estamos por essa região até hoje. Devo minha vida a Dom José Rodrigues – e à Diocese de Juazeiro – que nos acolheu àquela época e que nunca vacilou uma vírgula na defesa do povo e de seus direitos.

Foi a melhor decisão de minha vida. Vim para ficar três anos e estou há quase 40 anos.

Era a realidade do Nordeste ainda de Luís Gonzaga, com fome, sede, miséria, mortalidade infantil e saques. Hoje essa realidade está superada, ainda com muita pobreza, mas não mais a miséria. O IDH do município que era de 0,27 em 1990, em 2010 já era de 0,56. Portanto, ainda não atingiu o índice de 0,60 quando se sai da pobreza, mas já atingiu acima de 0,50 que está acima da miséria. Em muitos municípios já está superado inclusive o índice da pobreza e a população já está num padrão digno de vida aceito pela própria ONU.

Políticas simples de captação de água de chuva para beber e produzir, a defesa da terra e territórios das comunidades, energia elétrica, melhora das moradias, melhoria nos transportes, chegada da telefonia, da internet, tantas coisas básicas que nosso povo passou a ter direito. E a vida melhorou.

Hoje sabemos que o futuro energético do Brasil passa pelo Nordeste, principalmente a eólica e solar, já que nossos rios perdem forças e não garantem mais a segurança energética do Brasil.

Há ainda o detalhe que o Brasil todo depende das chuvas trazidas pelos rios voadores que vem da Amazônia. Portanto, sem Amazônia o Sul e Sudeste viram deserto e sem o Nordeste também virão os apagões intermináveis.

Todas as afrontas feitas ao povo nordestino nessa eleição doem na alma, por serem injustas, caluniosas e criminosas, pior, baseadas na estupidez e na ignorância.

Nesse momento da história, contudo, eu digo que “viva o povo do Nordeste”, por suas lutas pela justiça, pela superação das necessidades básicas, por seu voto consciente e por ser o grande reservatório energético desse país.

O futuro do Brasil passa pelo Nordeste e pelos Nordestinos.

Roberto Malvezzi (Gogó)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.