CSTT diz que está averiguando denúncia de leitora sobre Zona Azul

Na última quarta-feira (24) o Sistema de Estacionamento rotativo Zona Azul, em Juazeiro-BA, voltou a ser alvo de  reclamação no portal Preto No Branco. A nossa redação foi procurada pela usuária Caroline Amorim, que disse ter sido multada de forma irregular por uma funcionária da empresa responsável pelo serviço, a Sinal Park.

“Estacionei minha motocicleta em frente a uma farmácia, próximo ao hospital Pró-Matre. Paguei corretamente o estacionamento e quando voltei simplesmente a funcionária me multou, por que segundo ela, eu estacionei em vaga errada. Porém a sinalização da vaga indicava local de moto”, contou Caroline.

Ela também reclamou do atendimento que recebeu dos funcionários da empresa. “Tirei uma foto do local onde a minha moto estava estacionada e procurei a funcionária. Quando a questionei, ela me respondeu que o problema não era dela, e que eu fosse resolver pagando a multa”, relatou.

Caroline finalizou pedindo que a empresa tome providências para melhorar o serviço. “É humilhante esse atendimento prestado a nós clientes. Será possível que o dinheiro que arrecadam não é suficiente para sinalizar as vias? Sem falar na grosseria das funcionarias, que possuem tolerância zero com o cliente. Enfim, espero encarecidamente que os responsáveis tomem as devidas providencias para o bom funcionamento e melhoria desse serviço que atualmente encontra-se péssimo”, concluiu.

Clique aqui e veja a matéria completa

Na ocasião, o PNB encaminhou a reclamação para a Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte responsável por implantar e fiscalizar o serviço no município. Hoje (31), após uma semana, a CSST se manifestou sobre o caso.

Veja a nota:

NOTA CSTT

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) informa que a situação relatada pela usuária Caroline Amorim está sendo averiguada junto à Sinal Park, empresa responsável pelo serviço de estacionamento rotativo ‘Zona Azul’. A CSTT solicita a Caroline que entre em contato com a Companhia para saber sobre o desfecho.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.