Festival Internacional da Sanfona chega à quinta edição em Juazeiro

 

Um instrumento de origem chinesa, com presença garantida nas festas populares e na maioria das tradições culturais do país e do mundo, dependendo da região ou país pode ser conhecido como: acordeom (nova grafia segundo o acordo ortográfico), sanfona, gaita, concertina, bandoneón, harmonia, fole, fisarmonica e até mesmo botoneira. É por essa pluralidade impar que entre os dias 14 e 17 de novembro, na cidade de Juazeiro (BA), a V edição do Festival Internacional da Sanfona, vai celebrar o universo desse expressivo instrumento, atraindo a população local e grande número de turistas.  

Os acordes da sanfona prometem movimentar as  margens do imponente Rio São Francisco, nessa quinta edição do evento com o tema “A Alegria da Sanfona Está de Volta”. Uma vasta programação  vai contar com exposição temática, oficina musical com Edglei Miguel, Workshops com expressões internacionais e nacional, as Jam Sanfona Sessions que foram consagradas como o grande destaque da edição passada do Festival, além dos concertos musicais que trazem grandes instrumentistas do Brasil e do mundo.

O Festival Internacional da Sanfona conta com o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia via Fundo de Cultura, através do Edital de Eventos Calendarizados 2016, e apoio institucional da Convocatória Ocupe Seu Espaço, ambos da Secretaria de Cultura da Bahia. Realizado pela Conspiradoria Projetos e Produções e Toca Pra Nós Dois Produções e Eventos, o projeto é dirigido por Celso de Carvalho, diretor geral e idealizador do festival em parceria com Targino Gondim, cantor, sanfoneiro, compositor, que é o curador e diretor artístico do evento, além dos produtores Paulo Gondim e Luciana Carvalho. As atividades começam na quarta-feira, dia 14, às 9h, com o início de uma exposição temática, onde o público também terá a oportunidade de acompanhar a manutenção e afinação de modelos do instrumento. A abertura oficial do evento acontece durante a realização da primeira Jam Sanfona Session com participação de Targino Gondim, Quinteto Sanfônico do Brasil, Chico Chagas e Mahatma Costa, também no dia 14, a partir das 17 horas, tudo no Foyer do Centro de Cultura João Gilberto.

Entre os instrumentistas que vem de diversos estados do país e também do exterior já estão confirmados na programação do Festival os seguintes nomes: Chico Chagas (AC), Daniel Itabaiana (BA), Edglei Miguel (PB), Jason O’Rourke (Irlanda do Norte), Junior Ferreira (BA/DF), Mahatma Costa (PE), Mestrinho (SE), Silas França(BA), Simone Zanchini (Itália), Quinteto Sanfônico do Brasil (BA) e Targino Gondim (BA), entre outros.

O Festival atrai músicos de todo o Brasil e de outros países, dentre outros artistas, pesquisadores, produtores culturais, estudantes e pessoas de todas as classes sociais, idades e gêneros. O público desta edição do festival está estimado em mais de 10.000 pessoas e é bem variado, formado principalmente por famílias que comparecem juntas às atividades. Há um contingente grande de pessoas que já curtiram as edições anteriores e sempre manifestam grande desejo de participar de novas edições.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Ascom/Secult-BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.