Custo da cesta básica apresentou queda de 0,37% em Petrolina e aumento de 2,30% em Juazeiro no mês de outubro

(foto: reprodução/internet)

Em comparação com o mês setembro, o custo da cesta básica apresentou um aumento de 2,30% em Juazeiro/BA e queda de 0,37% em Petrolina/PE, no mês de outubro. Dados levantados pelo Índice de Cesta Básica (IBC) do colegiado de Economia da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), apontam ainda aumento no preço de produtos como o leite integral, tomate e arroz em Petrolina.

Em Petrolina, o custo da cesta básica caiu de R$ 289,95 para R$288,89, enquanto em Juazeiro subiu de R$ 286,33 para R$ 292,81. No acumulado dos últimos doze meses, a cidade baiana apresenta deflação de -1,48% e inflação de 1,02% no ano de 2018. Já a cidade pernambucana apresenta uma inflação de 3,60% nos últimos doze meses e deflação de -1,63% no ano de 2018.

Os dados apontam ainda que um trabalhador da região que recebe um salário mínimo (R$954) gastou em média 30,5% da renda com a compra de produtos da cesta básica, e 69,5% para gastar com as demais despesas (moradia, transporte, vestuário, saúde, higiene e serviços pessoais).

Produtos em Petrolina

Ainda segundo o colegiado, no mês de outubro o preço do leite integral em Petrolina voltou a subir. A expectativa é que nos próximos meses a tendência seja invertida, dado que a demanda diminua e a oferta comece a crescer. Com a colheita atrasada e queda de preço no mercado interno, o tomate também apresentou um aumento.

O arroz foi o terceiro produto que teve a maior alta em Petrolina/PE. De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), chuvas nas regiões produtoras dificultam o transporte e fizeram a cotação subir no varejo. Por outro lado, uma maior disponibilidade de bananas no mercado fez com que os preços tivessem redução bastante significativa e ajudando o custo da cesta básica a apresentar a redução em Petrolina, PE.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.