MPBA lança aplicativo gratuito para registro de denúncias contra racismo e intolerância religiosa

(Foto: Gabriel Gonçalves/ G1-BA)

O Ministério Público da Bahia (MPBA) lançou nesta segunda-feira (19) um aplicativo que possibilitará o registro de casos de racismo e intolerância religiosa sofridos ou testemunhados no estado. A ferramenta, denominada “Mapa do Racismo e da Intolerância Religiosa”, já está a disposição dos cidadãos e pode ser acessada de maneira ágil e segura via celular, nos sistemas IOS e Android.

Ao acessar o Mapa do Racismo, o cidadão poderá denunciar de forma anônima casos de discriminação racial, intolerância religiosa, injúria racial e racismo institucional. Os dados gerados a partir desses registros constarão no aplicativo, assim como notícias de combate à discriminação e intolerância racial e material informativo e educativo produzido pelo MP sobre a temática.

“Esta é uma forma rápida e direta de contato dos cidadãos com o MP”, explicou Lívia Vaz, promotora de Justiça e Coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação (Gedhdis).

De acordo com Lívia Vaz, os dados do Mapa são georreferenciados, o que dará ao MP condições de orientar a atuação dos seus membros para que adotem as providências cabíveis a cada caso. Se for detectado que determinado município tem maior incidência de casos de racismo e/ou intolerância religiosa, o promotor de Justiça poderá, por exemplo, estimular o desenvolvimento de políticas públicas em articulação com o Poder Público e de medidas de prevenção com movimentos sociais.

Ainda segundo a promotora de Justiça, a ausência de dados consolidados e a dificuldade retratada pelos cidadãos para acessar os órgãos públicos e relatarem este tipo de crime motivaram a criação do aplicativo.

O MP baiano também lançou a campanha “Racismo não se discute, se combate” para sensibilizar as pessoas sobre a importância do enfrentamento e para estimular o uso do Mapa.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.