Festival de danças negras será apresentado na próxima segunda-feira (10) em colégio estadual de Juazeiro

foto ilustrativa (reprodução/internet)

Os alunos e alunas do Colégio Estadual Cecílio Mattos, situado no bairro Alagadiço, em Juazeiro, irão protagonizar, na próxima segunda-feira (10), um festival de danças negras, atividade relacionadas ao novembro negro. O projeto nasceu das oficinas de danças contemporânea, popular e afro que foram ofertadas, durante dois meses, para os estudantes interessados.

No festival, serão apresentados os trabalhos produzidos nessas oficinas. Além das apresentações, haverá apresentação de convidados e uma palestra com especialista sobre as questões raciais.

“Nosso corpo docente, discente e funcional são, em sua grande maioria, constituídos de negros e negras, se fazendo com isso necessário abordamos essas questões em nossas práticas pedagógicas, ainda mais quando sabemos da existência da lei 10.639/03. A lei é o passaporte necessário ao investimento em políticas publicas para educação que tenha como eixo orientador as questões raciais. Esse mecanismo legal tem por objetivo garantir o ensino da historia e da cultura africana e afrodescendente em toda educação básica, pública e privada, exigindo de todos/as os/as educadores/as a problematização dos nossos currículos para que eles sejam enegrecidos”, ressalta o professor Antônio Carvalho.

O projeto foi realizado por meio do financiamento público do edital municipal Usinas Culturais. O festival faz parte da programação do IV Caldeirão Cultural do Cecílio Mattos, colégio que acolhe estudantes de vários bairros periféricos da Cidade, inclusive do Dom José Rodrigues, um dos mais distantes do centro comercial, e também compõe o Calendário Municipal do Novembro Negro.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.