Acusado de engravidar e matar menina de 12 anos é condenado a 31 anos de prisão em Petrolina

 

Ivan da Silva Pereira, de 31 anos, foi condenado a 31 anos de prisão pelos crimes de estupro de vulnerável e homicídio. De acordo com a justiça, ele matou Maria Clara das Neves, de apenas 12 anos, em Petrolina-PE.

O crime aconteceu no povoado de Atalho, no dia 2 de junho de 2018. Exames comprovaram que a menina estava grávida de Ivan, o que teria motivado o homicídio.

O acusado era casado com a tia da vítima. Ele foi preso no dia 9 de julho de 2018, no bairro Alto da Aliança, em Juazeiro (BA).

De acordo com o laudo expedido pelo Instituto de Medicina Legal (IML), a menina morreu por enforcamento. Ela foi encontrada pendurada em uma árvore com uma corda envolta do pescoço, por isso, inicialmente foi registrado Boletim de Ocorrência (BO) tratando o caso como suicídio.

Porém, após investigações da polícia e depoimentos de testemunhas, foram encontrados indícios de um eventual relacionamento amoroso entre o suspeito e a vítima, a qual estava grávida de dois meses.

Ivan foi condenado a 23 anos pelo homicídio somado a 8 anos pelo estupro de vulnerável. A pena já está sendo cumprida na Penitenciária Doutor Edvaldo Gomes em Petrolina.

 

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.