Flávio Bolsonaro não comparece ao MP para depor sobre caso Coaf

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) não foi ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) nesta quinta-feira (10) para prestar depoimento sobre o caso Coaf, segundo o G1.

Na última terça-feira (8), também não foram ao MP parentes de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio que movimentou em sua conta R$ 1,2 milhão de forma atípica, conforme relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras.

“Como não sou investigado, ainda não tive acesso aos autos, já que fui notificado do convite do MP/RJ apenas no dia 7/Jan, às 12:19. No intuito de melhor ajudar a esclarecer os fatos, pedi agora uma cópia do mesmo para que eu tome ciência de seu inteiro teor”, argumentou o senador eleito, em publicação nas redes sociais.

Como portador de foro privilegiado, o parlamentar pode escolher data, horário e local para depor. “Ato contínuo, comprometo-me a agendar dia e horário para apresentar os esclarecimentos, devidamente fundamentados, ao MP/RJ para que não restem dúvidas sobre minha conduta. Reafirmo que não posso ser responsabilizado por atos de terceiros, como parte da grande mídia tenta, a todo custo, induzir a opinião pública”, acrescentou o filho do presidente Jair Bolsonaro.

 

Fonte Bahia.BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.