“Denúncia falaciosa”, diz SEDUC/Juazeiro sobre fila de professores para garantir vagas nas escolas

O PNB publicou matéria na manhã de hoje (6), sobre filas que estavam se formando em frente a sede da Secretaria de Educação e Juventude por professores contratados, auxiliares de serviços gerais e profissionais de Atendimento Educacional Especializado, que atuam na rede municipal de Juazeiro-BA, para garantirem suas vagas nas escolas.

A reclamação dos profissionais da educação chegaram a nossa redação e alguns relataram as dificuldades que estariam encontrando para conseguirem postos de trabalho próximos as suas residências.

“Neste momento, 01h46 da madrugada, estamos aqui na porta da SEDUC de Juazeiro, numa fila imensa, ao relento e a mercê de bandidos nessa rua deserta, todos lutando pra manter sua vaga próximo das suas residências”, relatou uma professora que preferiu não se identificar.

Ela explicou ainda que os professores poderão escolher a unidade que vão trabalhar durante o ano letivo de 2019 e que o atendimento está sendo feito por ordem de chegada. “Fomos orientados a madrugar aqui para assegurar nossas vagas. Passaram isso para nossas gestoras e elas nos passaram. Quem chegar cedo poderá escolher onde ficar. Como eu já trabalho perto de casa tive que vir cedo pra cá, para garantir minha vaga”, acrescentou.

O PNB encaminhou as reclamações para a SEDUC, que, em nota, disse tratar-se de “denúncia falaciosa”, espalhada em grupos de WhatsApp”. A secretaria também lamentou que filas tenham se formado durante a madrugada, em frente do prédio da SEDUC, após circulação da informação inverídica, e esclareceu a situação, garantindo que todos terão garantidas as vagas em suas unidades de origem.

Veja nota na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Educação lamenta profundamente que filas tenham se formado durante a madrugada, em frente do prédio da SEDUC. É triste constatar que professores permitiram se deixar levar por boatos espalhados em grupos de WhatsApp.

Quando a presença destes profissionais foi notada, imediatamente funcionários da SEDUC os orientaram de que não havia qualquer necessidade de passar a noite numa fila de espera, uma vez que todos teriam garantidas, as vagas em suas unidades de origem. Mesmo com os devidos esclarecimentos, alguns optaram por continuar.

Isto talvez se explique devido à denúncia falaciosa. De maneira irresponsável, alguém resolveu passar para a imprensa uma versão completamente inverídica dos fatos.

Os profissionais aprovados em Processo Seletivo foram, prioritariamente, lotados nas escolas às quais já pertenciam porque esta é uma medida que visa a continuidade do projeto pedagógico. As raras exceções atenderam ao direito de efetivos que eventualmente tenham solicitado remoção.

A SEDUC mantém uma postura de tratamento respeitoso a todos os servidores da rede municipal. Porém, desta vez, alguns poucos resolveram dar credibilidade à uma informação falsa originada em aplicativo de mensagens.”

Da Redação

1 comentário

  • Juliana disse:

    Mais também sabemos que tem os arrumadinha, embora você tenha dormido na fila pra conseguir ficar numa escola próximo de sua casa ou onde já está trabalhando se deparava com a fala delas dizendo que não tinha mais a vaga, ou seja segurando a vaga pra outra pessoa. Isso é desumano e inaceitável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.