Mal súbito pode ter sido a causa da morte do policial que participava de treinamento na Ilha do Fogo

Segundo informações colhidas pelo PNB, a morte do policial durante treinamento na Ilha do Fogo, no início da tarde desta quarta-feira (6), teria sido ocasionada por um mal súbito.

O Soldado Luciano de Souza Menezes passou mal enquanto participava de uma instrução para atuar em Operações Ribeirinhas, por ocasião da realização de transposição de curso d’água, no Rio São Francisco, em Petrolina.

Ele foi socorrido pela Equipe de Instrução e pelo efetivo da Equipe de Prevenção  (Socorristas e Guardas- Vidas) do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (4o GB), que realizaram os primeiros socorros, enquanto aguardava a chegada da UTI MÓVEL, acionada no momento do fato.

Mesmo após as manobras de reanimação cardiorrespiratória, acesso venoso e acesso ventilatório, a vítima não reagiu, pois já estava sem os sinais vitais.

Após 45 minutos de procedimentos de reanimação o aluno foi conduzido a ambulância, onde o chefe da equipe médica constatou o óbito. Posteriormente, a vítima foi conduzida ao Hospital Promatre, também em Juazeiro-BA.

Durante o mal súbito, o aluno encontrava-se utilizando dois rescue- tubes e era auxiliado por 04 instrutores, além de contar com o apoio de uma embarcação do Corpo de Bombeiros( B.I.S) ocupada por 02 Bombeiros Militares ( guarda vidas/ Socorristas).

A instrução era ministrada por 04 instrutores do BEPI e tinha o apoio de um técnico em enfermagem e Socorrista do SAMU/ RECIFE, Equipe de socorristas/ guarda-vidas do 4o GB- PETROLINA, composta por 01 oficial e 06 praças, além do apoio logístico de 03 embarcações e uma motonáutica.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.