Acusado de matar ex-companheira em Juazeiro é preso no sertão pernambucano; família aguarda transferência

(foto: reprodução/Whatsapp)

Policiais Militares prenderam nesta quarta-feira (13), na cidade de São José do Belmonte, no sertão de Pernambuco, Francisco dos Santos Gonzaga, acusado de matar a ex-companheira, Rildeny Modesto Batista. O crime aconteceu no dia 21 de março de 2016, no Residencial Praia do Rodeadouro.

O pedido de prisão preventiva, por homicídio qualificado, foi expedido dias após o assassinato da vítima. Entretanto, o suspeito estava foragido desde a data do crime e só foi localizado nesta quarta-feira. De acordo com as informações da PM, Francisco dos Santos Gonzaga estava morando em São José do Belmonte, onde vendia frutas e verduras na feira local da cidade.

(foto: reprodução/Whatsapp)

A família de Rildeny Modesto Batista se diz aliviada com a prisão, mas agora luta para que a Justiça de Pernambuco transfira o acusado, com urgência, para a cidade de Juazeiro, para que possa ir a júri popular e seja condenado. “Infelizmente a nossa lei tem muitas brechas, e tememos que lá, onde ele está preso, ele consiga achar algum meio de conseguir sair com um habeas corpus. Ele vindo para cá, cidade onde ele cometeu o homicídio, ele seja julgado com mais rigor”, disse Antônio Modesto, irmão da vítima.

O crime

Na manhã do dia 21 de março, Rildeny Modesto Batista foi encontrada morta dentro de um quarto no Residencial Praia do Rodeadouro, em Juazeiro. Na época, a vítima tinha 24 anos e foi morta a facadas pelo seu ex-companheiro.

(foto: arquivo pessoal)

Segundo a polícia, após chegarem de uma festa, o casal teria iniciado uma discussão. As filhas da vítima teriam ouvido toda a briga, e ao amanhecer, encontraram o corpo da mãe no chão. A vítima já havia registrado boletins de ocorrências por agressão contra o suspeito.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.