Polícia Civil inicia investigações sobre assassinato de professora; confira mais detalhes

(foto: reprodução/arquivo pessoal)

A Polícia Civil (PC) de Juazeiro já iniciou as investigações sobre a morte da professora Elida Márcia Oliveira Nascimento Souza, 32 anos, assassinada a tiros na manhã de hoje (20), próximo ao Centro Social Urbano (CSU) do bairro Castelo Branco, em Juazeiro. Ela estava a caminho do trabalho em um carro, com o marido e a filha, de 2 anos, quando foi alvejada por disparos de arma de fogo.

De acordo com informações apuradas pelo PNB, o marido da vítima, Lázaro César Santana, já prestou depoimento à polícia. Uma mulher, que já teve um relacionamento com ele, está sendo ouvida neste exato momento. O relacionamento dos dois teria iniciado após Lázaro e Elida anunciarem a separação, e chegou ao fim há algum tempo.

Familiares informaram que a vítima e o esposo se reconciliaram recentemente, mas que não estavam morando juntos. A reconciliação teria deixado a ex-companheira de Lázaro descontente. Segundo a polícia, em conversa com o PNB, há rumores que ela estaria perseguindo e ameaçando o casal. A mesma autoridade não falou em uma linha de investigação que leve ao crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

Segundo a família, na manhã de hoje, o marido, como fazia cotidianamente, foi buscar mãe e filha para deixar na escola. Elida Souza foi assassinada dentro do carro quando estava a caminho do trabalho. O casal foi abordado, por dois homens que chegaram em uma moto. Lázaro teria achado que se tratava de um assalto, e chegou a oferecer o carro para os criminosos, que desceram da moto, abriram a porta do passageiro, onde estava Elida, e dispararam cinco vezes. A professora morreu no local.

Ao PNB, a familia informou ainda que dentro da bolsa da vítima foi encontrada uma faca. Eles mencionaram também que Elida não relatou, a nenhum parente ou amigo, que estava sofrendo ameaças.

Lázaro foi atingido por estilhaços e passa bem. O corpo dela foi encaminhado para o IML.

Da Redação

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.