Em Petrolina, ministra da agricultura anuncia R$ 3 milhões para programa de melhoramento de uvas

(foto: divulgação/Clas Comunicação)

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, anunciou um investimento da ordem de R$ 3 milhões para a continuidade do projeto de pesquisa que foi criado em 2010 destinado a melhorar a produtividade na fruticultura no Vale do São Francisco. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (15) no encerramento da visita de um dia que fez aos municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

A ministra elogiou o desenvolvimento nos perímetros irrigados e afirmou que o apoio cobrado ao Governo Federal para incentivar essa cadeia produtiva é justa e proporciona retorno imediato à população. “Quando a gente ouve as histórias daqui, fica até barato esses R$ 3 milhões diante de tanto resultado que esse negócio traz”, disse a ministra referindo-se aos mais de 250 mil empregos diretos gerados pela fruticultura no Vale.

Além de se comprometer com recursos para o desenvolvimento do segmento agrícola, Tereza Cristina afirmou que vai negociar a expansão do mercado internacional para os produtores nordestinos. Para isso, o primeiro passo será levar representantes do Vale do São Francisco em viagens oficiais do Ministério para o Japão e outros países ainda neste semestre. “A fruta é um exemplo do potencial que se tem de exportação. Precisamos abrir mais mercados. A gente pode caminhar e muito em relação a esse segmento”, defendeu.

A ministra também anunciou que vai buscar uma parceria com o governo de Israel para importar tecnologia de irrigação por gotejamento e afirmou que vai reorganizar a Embrapa.

Na visita, Tereza Cristina cumpriu cinco agendas em Petrolina e Juazeiro, onde conheceu a produção agrícola e anunciou também com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, recursos para a expansão de uma vinícola da região.

A ministra veio na companhia de vários auxiliares, dentre eles, os secretários de Agricultura Familiar, Fernando Schwanke, e de Política Agrícola, Eduardo Sampaio, além do secretário-adjunto de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Pedro Alves Corrêa Neto.

* com informações Clas Comunicação e Marketing

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.