Usuário reclama da falta de neurologista no HU; Direção relata deficiências

(foto: reprodução)

O Portal Preto No Branco recebeu nesta terça-feira (16), mais uma reclamação sobre o atendimento no Hospital Universitário de Petrolina. De acordo com um paciente, que pediu para não se identificar, a Unidade está  sem médico Neurologista de plantão.

“Há dias que não tem Neurologista de plantão e nem de sobreaviso no HU Univasf. A unidade é referência para mais de 50 municípios de Pernambuco e Bahia, que dependem do hospital. Mas apesar dito, esse problema está acontecendo com frequência”, relatou o paciente.

Ainda de acordo com ele, os funcionários não sabem informar o motivo da ausência do médico. “Os responsáveis apenas informam que não tem o profissional. Desde ontem que a unidade está sem Neuro e eles disseram que só terá amanhã. Simples assim. Além disto, eles não providenciam uma alternativa, um substituto”, concluiu.

Encaminhamos a reclamação para a Assessoria de Comunicação do HU, que se manifestou em nota.

Veja o esclarecimento do Hospital na íntegra:

O quadro de profissionais e o número de leitos do Hospital Universitário é insuficiente para atender a todas as demandas da Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Médio do Vale do São Francisco (Rede PEBA), que, apesar de ser composta por 53 municípios e dois estados federativos, vem concentrando seus atendimentos quase que, exclusivamente, em um único hospital.

Com o crescimento constante da demanda por atendimentos, repercutindo em taxas de ocupação que beiram os 200%, a capacidade resolutiva do HU-Univasf vem sendo extrapolada, entre outros fatores, em consequência do fechamento de serviços na rede pública de saúde, além do alto número de atendimento às vítimas de acidentes de trânsito.

A atual equipe de neurologia e neurocirurgia possui um número reduzido de profissionais e atendem dentro das cargas horárias permitidas pela legislação trabalhista. Ressalta-se que o processo de contratação de profissionais para atuarem na unidade se dá através de concursos públicos autorizados pelo Ministério da Economia.

Diante dessa conjuntura, convidamos a população local, autoridades, órgãos representativos, imprensa e todos os interessados a participarem da audiência pública promovida pelo Ministério Público Federal que discutirá a viabilidade da continuidade da Rede PEBA, a ser realizada no dia 22 de maio, às 9h, no auditório da Subseção Judiciária de Petrolina, Praça Santos Dumont, 101, Centro.

A participação de todos é essencial e indispensável na busca por soluções que venham a amenizar o sofrimento da população que necessita e merece atendimento público em saúde de qualidade.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.