Selecionados

A democracia como poética da vida por Álamo Pimentel

  Biografias das lutas sociais produzem outras compreensões da democracia. Corpos que lutam carregam afetos, marcas e memórias de contemporâneos e ancestrais. Constituem-se corpos polifônicos. Expressam múltiplas vozes das experiências vividas em coletividade. Falam com (e não por) muitos outros corpos quando pronunciam suas sínteses de pertencimento à História. Este foi um dos legados do dia 29 de Agosto de 2016, dia em que a presidente eleita democraticamente em 2014 ...

Ler mais »

A boa vontade e a canalhice política por Otoniel Gondim

Vladimir Maiakovski: “Com um toco de pena, rabiscava papel Num canto do quarto, encolhido. Levantei-me como atleta Levantei-me como um acrobata Como se levantam os candidatos ao comício!” Leitor, leitor , leitor. Imagine o custo que me custou escrever e iniciar esses breves vocábulos. Nem precisa ler, se assim o aprouver, amigo que é. Quem me dera e podera está no meu entusiasmo normalístico de vera. Num estou e nem ...

Ler mais »

...

A escola em caixas-Por Ivânia Freitas

Quanto mais distante da vida que pulsa nas veias de quem está na escola, mais desinteressante ela se revela. É isso que os anos de docência e militância social me fazem concluir. Passei a pensar mais claramente que a escola sofre de um mal permanente, não importa se pública ou privada, se no campo ou na cidade, ela não sai da ‘caixa’. Seu formato, por mais avançado que seja, ainda ...

Ler mais »

...

Genealogia de uma Farsa por Álamo Pimentel

O Brasil está nú. Contagiado pelas narrativas anti-corrupção produzidas nos gabinetes da grande imprensa, o País despiu suas paixões e expôs a fragilidade das suas convicções cidadãs. Das estratégias de comoção social à disseminação do ódio, os oligopólios midiáticos produziram as condições necessárias para que o debate conceitual, sobre a linfática corrupção do Brasil, fosse substituído pela produção ostensiva de afecções que geraram intolerâncias ideológicas e inviabilizaram a democracia entre ...

Ler mais »

...

A filosofia e o “Tchau, queridos” na política- Por Otoniel Gondim

Dr. Leitor, lindo isso ?, resolvi nesse texto inovar misturando um início de filosofia cotidiana à lá libertinagem com um contexto final  político. Pretendo, metidinho que sou Euzinho Gondim, fazer a cada texto, crônica, artigo,  sucinta análise das candidaturas a prefeito e vice de cada grupo político da cidade dos Joãos:  João Doido e João Gilberto. Abro, tirado democraticamente em sorteio de bolinha, com a chapa majoritária da situação: Paulo ...

Ler mais »

...

Maria da Penha envia nota ao Preto No Branco sobre os 10 anos da Lei que leva o seu nome

Diante do atual Século é interessante observar que o desdobramento histórico dos direitos humanos, desde o registro cronológico da civilização é o que ainda hoje constitui um grande desafio, no que se refere, por exemplo, à igualdade entre homens e mulheres. Em 2016, no nosso país, ainda persiste o cenário de debates intensos para explicar as nossas crianças, jovens e adultos por que em mulher não se deve bater, espancar, ...

Ler mais »

...

A Vaia por Álamo Pimentel

  A cerimônia de abertura dos jogos olímpicos no Brasil incluiu na sua produção oficial a expectativa da vaia contra o presidente interino. A grande mídia divulgou que partiu do próprio Michel Temer a inciativa de solicitar a supressão do seu nome no ato inaugural das olimpíadas em solo Brasileiro. O vexame público já era esperado por todos. A vaia expressa uma performance coletiva de protesto à conduta de indivíduos, ...

Ler mais »

...

As olimpíadas eleitorais em Juazeiro-BA

Ah, sim! Não há de quê. Obrigado, gentil leitor. Pronto e ponto abri o artigo de trás pra frente. Sou pra frentex! Compreendeu? Tendeu? Pode perguntar : Boa parte dos atletas-candidatos fazem treinamentos de sabiedades ,exercícios físicos e mentais para a correria olímpica eleitoral? Fazem, amicíssimo leitor? Se fazem por que   voltam, invariavelmente, do mesmo jeitinho: manhosos, dengosos, falsozinhos de dá dó, a correrem contra o tempo, já que passaram ...

Ler mais »

...

O nosso homem bomba: uma explosão de verdades por Djalma Andrade

Trata-se de um episódio que, aos poucos, vai desaparecendo da mídia, dos comentários e, portanto, da seriedade dos fatos. Aliás, troquemos o termo seriedade dos fatos por piada dos fatos; pois, como é de costume, parece que o nosso humor perdeu a sensibilidade da realidade, e aí assuntos sérios são levados na gracinha, transformados em piadas e risos. Conforme canta Frejat, que descubramos “que rir é bom, mas que rir ...

Ler mais »

...

“Amigo, vem comigo a ver minha terra. Entremos, aqui é Rodelas! (João Justiniano da Fonseca) por Fernando Almeida Filho

Quero hoje, nesse dia 31 de Julho, parabenizar minha terra, minha cidade, Rodelas, pelo seu 54º aniversário de emancipação política, e o seu povo guerreiro e trabalhador. Este povo que é meu um mimo de pobre e de bom, que é meu de sangue e coração” (João Justiniano da Fonseca), pelas vitórias e conquistas. Não sou filho de nascimento, no entanto, adotei esta terra como minha pátria mãe desde sempre. ...

Ler mais »

...