Impressoras 3D são utilizadas para produção de protetores faciais no combate à Covid-19 na Bahia

Impressoras 3D são utilizadas para produção de protetores faciais no combate à Covid-19 na Bahia

(foto: reprodução/internet)

Uma rede de makers, profissionais que colocam a mão na massa para produzir por conta própria diversos tipos de materiais, está sendo formada na Bahia para ajudar na luta contra o novo coronavírus. Foi lançado nesta quarta-feira (25), com apoio do Governo do Estado, um projeto que incentiva a utilização de impressoras 3D na produção de protetores faciais, EPIs essenciais para minimizar o risco do contágio pela Covid-19.

O projeto Face Shield for Life 3D é uma iniciativa de professores e voluntários da Escola Bahiana de Medicina, Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob). As impressoras 3D, também utilizadas na Itália para produção de materiais que auxiliem o sistema de saúde, são máquinas primordiais para imprimir, por meio de tecnologia tridimensional, e criar próteses, peças decorativas e os próprios protetores faciais.

Segundo a Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação (SECTI) da Bahia, o Hospital Couto Maia, em Salvador, recebeu um primeiro lote da doação, com 200 unidades, ainda ontem (25). A secretaria esclareceu, entretanto, que todos os equipamentos produzidos serão entregues gratuitamente a profissionais de saúde de hospitais públicos e privados.

O projeto Face Shield for Life 3D também tem o apoio popular, que ajuda contribuindo com uma vaquinha online. A meta inicial, de R$ 10 mil, estabelecida pelos makers voluntários, foi alcançada em menos de 12 horas. Com a grande procura do equipamento, a meta foi ampliada para R$ 50 mil. O dinheiro arrecadado é utilizado para a compra de insumos.

Quem possuir uma impressora 3D e quiser colaborar com o projeto, deve fazer contato com um dos membros do comitê gestor do projeto, no site oficial do projeto. Para baixar os arquivos necessários à impressão, basta acessar este link.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.